5º Porto/Post/Doc – Film & Media Festival: 24 de Novembro a 2 de Dezembro

Programa do 5º Porto/Post/Doc 2018

A Cidade Invicta volta a acolher mais uma festa do cinema com a 5ª edição do Porto/Post/Doc – Film & Media Festival que vai decorrer entre 24 de Novembro e 2 de Dezembro, em vários espaços da cidade (Teatro Municipal do Porto – Rivoli, Cinema Passos Manuel, Cinema Trindade, Planetário do Porto, Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e Escola das Artes – UCP).

A edição deste ano, apresenta um programa especial dedicado às Ficções do Real, que inclui uma selecção de filmes e o Fórum do Real – que testemunhará como o cinema contemporâneo incorporou o real nos filmes de ficção.

A secção mais importante do festival, a Competição Internacional, reúne 14 filmes que concorrem pelo Grande Prémio Porto/Post/Doc by Vinhos Verdes, para o melhor filme e pelo Prémio Companhia das Culturas/Pereira Monteiro Fundação, para o melhor realizador entre autores emergentes até 36 anos. Entre os selecionados encontra-se a produção nacional “Sobre Tudo Sobre Nada”, filme de estreia do realizador Dídio Pestana e a coprodução Portugal (Bando à Parte), França e Finlândia, “Hálito Azul”, de Rodrigo Areias.

O programa competitivo também abrange a secção Cinema Novo, como forma de reconhecer a importância da produção cinematográfica nas escolas. Fora da competição, a programação dedica mais uma vez um espaço para documentários sobre música e festas noturnas na secção Transmission, uma seleção de documentários espanhóis na Cinefiesta e ainda o Fórum do Real, um seminário internacional que se propõe a pensar e discutir o cinema contemporâneo.

O Festival portuense contará ainda com a secção Cinema Falado destinado a revelar filmes falados em língua portuguesa, onde poderá ver ou rever entre outros, “Chico Fininho (1982)”, de Sério Fernandes e os mais recentes, “Terra Franca”, de Leonor Teles e “Extinção”, de Salomé Lamas.

O Porto/Post/Doc, com o apoio da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, homenageia os realizadores António Reis e Margarida Cordeiro com uma retrospectiva, que inclui versões digitalizadas de vários dos seus filmes, incluindo a nova cópia restaurada de “Trás-dos-Montes”. Em complemento, decorrerá um painel, “Rever Reis e Cordeiro”, tendo inúmeros convidados do ramo cinematográfico e jornalístico disposto a debater e discutir sobre o cinema da dupla.

Haverá ainda dois Focos em que serão apresentadas obras da filmografia do argentino Matías Piñeiro, um dos mais importantes nomes do novo cinema sul-americano e trabalhos do romancista e realizador britânico Chris Petit.

Exposições, masterclasses e workshops, são algumas das atividades paralelas do festival, cuja programação completa poderá ser consultada no site oficial do Porto/Post/Doc.

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL
– “A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki”, de Leo Sato
– “Aeroporto Central”, de Karim Aïnouz
– “As Testemunhas de Putin”, de Vitaly Mansky
– “Bisbee’17”, de Robert Greene
– “Donbass”, de Sergei Loznitsa
– “Encurtar o Tempo”, de Nicole Vögele
– “Fausto”, de Andrea Bussmann
– “Férias em Família”, de Ying Liang
– “Hálito Azul”, de Rodrigo Areias
– “Hamada”, de Eloy Domínguez Serén
– “Obscuro Barroco”, de Evangelia Kranioti
– “Ser Animal”, de Emma Davie e Peter Mettler
– “Sobre Tudo Sobre Nada”, de Dídio Pestana
– “Tremor – É a guerra · Tremor”, de Annik Leroy

Artigos relacionados