71º Writers Guild Awards: Confira os vencedores do Sindicato de Argumentistas

Vencedores Writers Guild Awards 2019

Numa cerimónia realizada em simultâneo na noite do passado domingo, no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, e no Edison Ballroom, em Nova Iorque, foram anunciados os vencedores da 71ª edição dos Writers Guild Awards, prémios atribuídos pelo Sindicato de Argumentistas dos EUA, aos guiões dos projetos que mais se destacaram em 2018, na áres de cinema e televisão.

Houve duas surpresas entre os vencedores dos dois principais prémios, o de Melhor Argumento Original e Adaptado, atribuídos respetivamente a “Eighth Grade” e “Can You Ever Forgive Me?”, filmes que foram muitas vezes esquecidos nesta temporada de prémios.

O filme de Bo Burnham é o primeiro filme a vencer o prémio de Guião Original do WGA e que não foi nomeado para os Óscares, desde 2003, quando o vencedor foi “Bowling for Columbine”, de Michael Moore.

Confira os vencedores e os nomeados nas categorias de cinema:

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
VENCEDOR – Bo Burnham por “Eighth Grade”
– Nick Vallelonga, Brian Currie e Peter Farrelly por “Green Book – Um Guia Para a Vida
– Bryan Woods, Scott Beck e John Krasinski por “Um Lugar Silencioso
– Alfonso Cuarón por “Roma
– Adam McKay por “Vice

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
VENCEDOR – Nicole Holofcener e Jeff Whitty por “Can You Ever Forgive Me?”
– Charlie Wachtel, David Rabinowitz, Kevin Willmott e Spike Lee por “BlacKkKlansman: O Infiltrado
– Ryan Coogler e Joe Robert Cole por “Black Panther”
– Barry Jenkins por “If Beale Street Could Talk”
– Eric Roth, Bradley Cooper e Will Fetters por “Assim Nasce Uma Estrela

MELHOR ARGUMENTO DOCUMENTÁRIO
VENCEDOR – Ozzy Inguanzo e Dava Whisenant por “Bathtubs Over Broadway”
– Michael Moore por “Fahrenheit 11/9
– Lauren Greenfield por “Generation Wealth”
– Gabe Polsky por “In Search of Greatness”

Artigos relacionados