8ª edição do Family Film Project está de regresso com cinema português em destaque

Festival de Cinema Family Film Project 2019

Regressa à cidade do Porto entre os dias 14 e 19 de outubro, a 8ª edição do Family Film Project – Festival Internacional de Cinema de Arquivo, Memória e Etnografia, com uma programação que uma vez mais coloca-se sobre as fronteiras concetuais do cinema e no diálogo com outras artes e áreas do pensamento.

Organizado pelo Balleteatro do Porto, este ano a produção nacional ocupa um maior destaque com oito filmes em competição, uma a concorrer pelo prémio de Melhor Longa-Metragem, do realizador Dídio Pestana, e sete curtas, obras de Catarina Mourão, David Doutel e Vasco Sá, Ivo M. Ferreira, João Salaviza, João Vladimiro, Leonor Noivo e Regina Pessoa.

Na noite de abertura será exibida longa-metragem “Ama-San”, de Cláudia Varejão, a artista convidada desta edição, estando ainda programada para a cerimónia de entrega dos prémios a apresentação do documentário “No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos”, que assinala os 40 anos da Companhia Nacional de Bailado, assim como uma sessão com uma trilogia de curtas da realizadora, que participará num debate sobre a sua obra moderada pelo crítico de cinema Luís Miguel Oliveira.

A novidade desta edição é o intercâmbio cinematográfico com o (In)appropriation – Festival de Cinema Experimental de Found-footage, estabelecido pela primeira vez, que se traduzirá numa sessão de dez curtas-metragens dedicadas ao cinema de arquivo.

Além das sessões de cinema, a programação do festival inclui o ciclo “Private Collection”, cujo objeto principal é apresentar propostas performativas de abordagem ao arquivo, à memória, ao corpo e às imagens e um espaço dedicado à performance e à vídeo-instalação.

A organização não se esqueceu dos mais novos e programou uma oficina de cinema de animação orientada pelas realizadoras Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues. Em “Imagens lá de Casa”, pretende-se sensibilizar para as questões em torno da memória e da história da família, convidado os participantes a criar e a refletir sobre as suas fotografias de família.

A edição 2019 do Family Film Project voltará a ocupar espaços emblemáticos da Cidade Invicta, como o Coliseu do Porto, o Cinema Passos Manuel, o Maus Hábitos e pela primeira vez, o Cinema Trindade, que acolherá um conjunto de vídeo-instalações concebidas pelo artista convidado Hugo Mesquita a partir de filmes selecionados.

PRÉMIO MELHOR LONGA-METRAGEM VINHOS PORTO FONSECA

Prémio destinado ao melhor filme da competição, com duração superior a 50 minutos, patrocinado pelos Vinhos Porto Fonseca no valor de 1000€

– “Camp on the Wind’s Road” de Nataliya Kharlamova
– “Constructions”, de Fernando Martín Restelli
– “Hopscotch”, de Dasha Demura
– “One Girl”, de Rosa Russo
– “Retirement Party”, de Assaf Ehrenreich
– “Sílvia”, de María Silvia Esteve
– Sobre Tudo Sobre Nada”, de Dídio Pestana
– “You are my Friend”, de Petra Lataster-czisch e Peter Lataster

PRÉMIO MELHOR CURTA-METRAGEM

Prémio destinado ao melhor filme da competição, com duração inferior a 50 minutos, no valor de 300€

– “Across the Andes”, de Henrik Dahlbring
– “Agouro”, de David Doutel e Vasco Sá
– “Altas Cidades de Ossadas”, de João Salaviza
– “Anteu”, de João Vladimiro
– “Equinócio”, de Ivo M. Ferreira
– “Father”, de Alyona Styrikovich
– “Hiatus”, de Vivian Ostrovsky
– “I Was Anderssen”, de Raúl M. Riebenbauer
– “Maelstrom”, de Misja Pekel
– “Milk”, de Samiramis Kia
– “My Cousin Tami”, de Tomer Asayag
– “O Mar Erola na Areia”, de Catarina Mourão
– “Omogeneo”, de Alex Schuchmann e Jan Eric Huehn
– “Sandoval’s Bullet”, de Jean-Jacques Martinod
– “Syncopation”,de Sally Waterman
– “The Place From Where I Write You Letters”, de Nikolina Bogdanović
– “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa
– “Tudo o que Imagino”,de Leonor Noivo

Para mais informações consulte o site oficial do Family Film Project.

Artigos relacionados