“A Fuga das Galinhas”: Sequela confirmada na Netflix

Netflix anuncia sequela do filme A Fuga das Galinhas

20 anos depois da estreia e se tornar no mais bem sucedido filme de animação em stop-motion de todos os tempos, um recorde que ainda é válido, “A Fuga das Galinhas” (Chicken Run) terá finalmente uma sequela, confirmada oficialmente pela Aardman Animations no Festival de Cinema de Animação de Annecy.

Há muito que a sequela tem sido especulada, mas desta vez vai mesmo arrancar, já que foi anunciado o envolvimento da Netflix,. A gigante de streaming explicou que a Studiocanal – que financiou, distribuiu e vendeu as produções da Aardman desde o filme “A Ovelha Choné – O Filme (2015)” – e a Pathé, que apoiou o original, fecharam um acordo com a Aardman para permitir a transferência do direitos da sequela.

O primeiro filme foi realizado pelos lendários e premiados inovadores da técnica de stop-motion da Aardman, Peter Lord e Nick Park. Desta vez, a realização estará a cargo de Sam Fell (ParaNorman).

O novo realizador até já deu algumas dicas sobre a sequela da Netflix, ao revelar que o filme volta a seguir a corajosa e persistente galinha Ginger, agora a viver num paraíso de galináceos sem humanos. Lá, Ginger e Rocky chocam um ovo juntos e a filha Molly nasce. A cria cresce rapidamente, “como as crianças”, explicou Fell. Ao mesmo tempo, começam a surgir rumores de uma nova e terrível ameaça no continente, forçando Ginger a reunir as suas tropas e colocando em risco a sua própria liberdade conquistada com muito esforço para o bem de todos os tipos de galinhas.

Ainda não há previsão para lançamento nos cinemas de “A Fuga das Galinhas 2”, mas as filmagens estão planeadas para começarem no próximo ano.

FICHA TÉCNICA

TRAILER

Artigos relacionados