“A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki” venceu o Grande Prémio do 5º Porto/Post/Doc

Vencedores do Porto Post Doc 2018

A 5ª edição do Porto/Post/Doc termina este domingo (2), mas a organização já revelou os vencedores das suas secções competitivas. Na competição internacional, o Grande Prémio Porto/Post/Doc by Vinhos Verdes foi atribuído a “A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki” (The Kamagasaki Cauldron War),do japonês Leo Sato.

Naquela principal competição, que contou com 14 filmes, entre os quais, dois portugueses, o júri atribuiu também o Prémio Companhia das Culturas/Pereira Monteiro Fundação, para o melhor realizador entre autores emergentes até 36 anos, a Eloy Domínguez Serén, por “Hamada” e uma menção honrosa a “Fausto“, de Andrea Bussmann.

Na secção competitiva Cinema Novo, que reconhece a importância da produção cinematográfica nas escolas, “No Ângulo das Ruas“, de Inês Alves, levou o prémio de Melhor Filme e “Tabu, Propriedade Privada“, de Maria Ganem, foi distinguido com uma menção honrosa.

Destaque ainda para o Prémio Teenage, concedido a Aya Koretzky por “A Volta ao Mundo Quando Tinhas 30 Anos” e ao Prémio Arché, atribuído a “Aiguallum“, de David Tena Reiff, considerado o melhor projeto da Oficina Arché.

“A Guerra do Caldeirão de Kamagasaki”, uma ficção do real, passa-se numa comunidade de um bairro de Osaka, no Japão, com os habitantes a tornarem-se atores de uma narrativa satírico-cómica sobre a sua própria luta contra a opressão. O filme ainda pode ser visto este domingo, às 21:30 h, no Grande Auditório do Rivoli.

No Cinema Passos Manuel, vai decorrer a cerimónia de encerramento com a exibição às 22h do documentário “Matangi / Maya / M.I.A”, de Steve Loveridge, seguindo-se o evento musical com o Dj Sérgio Gomes.

Artigos relacionados