A história do desastre do submarino ‘Kursk’ vai ser adaptada ao cinema

Kursk_Europacorp

Através da Europacorp, vai ser desenvolvido um filme sobre a verdadeira história do trágico desastre do submarino nuclear russo, o K-141 Kursk, ocorrido a 12 de agosto de 2000 e o drama que envolveu a tentativa de resgate dos tripulantes.

O argumento vai ser baseado no livro ” A Time to Die: The Untold Story of the Kursk Tragedy”, de Robert Moore e a adaptação será escrita por Robert Rodat. Luc Besson vai estar na produção.

Naquele dia fatídico, o Kursk com 118 pessoas a bordo, afundou-se no Mar de Barents, devido à explosão de alguns torpedos que transportava. 23 marinheiros conseguiram refugiar-se num compartimento e lançaram avisos de socorro, mas só conseguiram sobreviver mais 48 horas, devido à recusa do governo da Rússia em pedir ajuda ao exterior, justificando a necessidade de se preservarem os segredos militares. Quatro dias após o acidente, homens-rãs da Noruega conseguiram efetuar a descida e abrir a escotilha, em menos de um dia, mas tarde demais.

Falta agora conhecer o realizador mais adequado e os nomes dos atores, para este interessante projeto.

Artigos relacionados