“A Los Libros y a Las Mujeres Canto”: Documentário espanhol venceu o Porto/Post/Doc 2023

O documentário espanhol “A Los Libros y a Las Mujeres Canto“, da realizadora María Elorza, foi o grande vencedor da Competição Internacional do Porto/Post/Doc 2023, ao arrecadar no passado sábado (25) o Grande Prémio Vicente Pinto Abreu para Melhor Filme.

O júri, composto por Leo Goldsmith, Salomé Jashi e José Luis Cienfuegos, justificou a sua decisão por se tratar da “mais bem recebida das surpresas desta competição, um filme que é sentido como imediato organicamente caloroso e cheio de humor, simultaneamente amigável e um pouco negro.”

De acordo com a sinopse oficial, a primeira longa-metragem de Elorza é “uma ode a quatro mulheres que encontraram no prazer dos livros e da leitura uma forma de resistência à ignorância e ao fanatismo”, acrescentando ainda que se trata de “um conjunto de histórias que nos são contadas através de uma plêiade de materiais com um intuito simples: revelar o papel civilizador da mulher na sociedade contemporânea.”

Na competição “Cinema Falado”, dedicada exclusivamente ao cinema falado em português, o Prémio SPAutores foi atribuído a “Lucefece: Where There is no Vision, the People Will Perish”, de Ricardo Leite. O júri distinguiu ainda nesta secção om uma Menção Honrosa o filme “2720“, de Basil da Cunha.

Esta 10ª edição do festival documental portuense premiou também a produção espanhola “Siete Jereles“, de Gonzalo García Pelayo, na secção Transmission, enquanto que “Rubab“, de Marta Vaz, levou o prémio CANAL180 da competição Cinema Novo, e “Girls’ Stories“, da polaca Aga Borzym, conquistou o prémio Teenage, atribuído por estudantes do ensino secundário de escolas do Porto

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados