“A Mãe e a Puta”: Filme de Jean Eustache chega aos cinemas em versão restaurada 4K

Na próxima quinta-feira, 7 de julho, a Leopardo Filmes vai relançar nos cinemas portugueses numa versão restaurada em 4K, o drama romântico “A Mãe e a Puta” (La Maman et la Putain), a obra-prima de Jean Eustache, um dos filmes mais venerados e mais citados do cinema francês, e mesmo da história do cinema.

O filme original estreou no Festival de Cannes em 1973, não sem controvérsia, e de onde sairia com o Grande Prémio Especial do Júri. A versão restaurada também foi apresentada no mesmo evento, a abrir a Cannes Classics na última edição do festival, numa sessão memorável que contou com a presença dos atores Jean-Pierre Léaud e Françoise Lebrun.

“A Mãe e a Puta” é uma variação do clássico triângulo amoroso, que segue Alexandre (Léaud), um jovem ocioso, mas sempre ocupado, que deambula pelos cafés de Paris, vive no pequeno apartamento de Marie (Bernardette Lafont), e inicia uma ligação amorosa com Veronika (Lebrun), enfermeira no hospital Laenec. E aí começa uma espécie de ménage à trois que, entre sentimentos e pulsões, acaba por se tornar tensa e insustentável.

Este é o primeiro dos 13 filmes realizados pela cineasta, ao longo de 18 anos, que a Leopardo adquiriu e que serão exibidos nos cinemas portugueses e em cópias restauradas, com as estreias dos restantes a acontecerem mais tarde e em datas a anunciar.

Assista ao trailer legendado de “A Mãe e a Puta” e não perca a estreia de num cinema perto de si.

Artigos relacionados