“A Vida em Tons de Cinza”: Drama histórico em estreia exclusiva no TVCine Edition

TVCine Edition estreia o filme A Vida em Tons de Cinza

Nesta quarta-feira, 27 de janeiro, Dia Das Vítimas do Holocausto, os Canais TVCine agendaram a estreia de mais um filme que não passou pelas salas de cinemas portuguesas, o drama histórico romântico “A Vida em Tons de Cinza” (Ashes in the Snow), do realizador Marius A. Markevicius, com Bel Powley, Martin Wallström, Sophie Cookson, Lisa Loven Kongsli e Sam Hazeldine nos papéis principais.

Com estreia em exclusivo no TVCine Edition, às 22:00h, o filme, inspirado no best-seller homónimo de Ruta Sepetys, passa-se em 1941, onde uma aspirante a artista é deportada juntamente com a família para a Sibéria, na sequência da brutal ocupação da região do Báltico por Estaline. Num lugar aparentemente sem esperança, o amor é a única salvação. A história desta família mostra ainda realidade da guerra e como esta mudou completamente o rumo de uma nação.

A história gira em torno de Lina Vilkas (Powley), uma jovem lituana de 15 anos e cheia de sonhos. Dotada de um incrível talento artístico, prepara-se para estudar artes na capital. No entanto, a noite de 14 de junho de 1941 muda para sempre seus planos. Por toda a região do Báltico, a polícia secreta soviética invade casas e deporta as pessoas.

Juntamente com a mãe e o irmão de 10 anos, Lina entra num comboio, em condições desumanas, e é levada para um gulag na Sibéria. Lá, sofre maus-tratos e trabalha arduamente para garantir uma ração ínfima de pão. Nada mais lhe resta, exceto o apoio mútuo e a esperança. E é isso que faz com que Lina insista na sua arte, usando os seus desenhos para enviar mensagens codificadas ao pai, preso pelos soviéticos.

“A Vida em Tons de Cinza” conta ainda a história de um povo que perdeu tudo, menos a dignidade, a esperança e o amor. O filme relata uma parte da história muitas vezes esquecida: o extermínio de um terço dos povos do Báltico durante o governo de horror de Estaline.

Artigos relacionados