Alguns dados curiosos sobre as nomeações anunciadas para os Óscares 2017

Com o conhecimento dos nomeados nas várias categorias para a 89ª edição dos Óscares, torna-se mais fácil elaborar, alguns dados curiosos sobre os candidatos às estatuetas douradas.

As previsões apontadas pela grande maioria dos sites especializados, não sairam defraudadas e na sua grande maioria estiveram dentro dos prognósticos, apesar de, e como sempre, não faltarem algumas polémicas à mistura.

Confira então alguns dados curiosos sobre as nomeações aos Óscares 2017:

– ‘La La Land: Melodia de Amor‘ foi sem qualquer surpresa o mais nomeado. Candidato em 14 categorias, o musical igualou em nomeações ‘Eva’ (All About Eve – 1950) e ‘Titanic – 1997’.

– Meryl Streep que contagiou o público pelo seu discurso anti-Trump nos Globos de Ouro, conseguiu a sua 20ª nomeação por ‘Florence, Uma Diva Fora de Tom‘. A atriz que bateu o seu próprio recorde, vai à procura da sua 4ª estatueta.

– 336 títulos apresentaram a candidatura e estavam elegíveis para a categoria de Melhor Filme. Foram nomeados 9, mais um que na edição de 2016.

– 23 anos depois, uma animação é nomeada para Melhor Efeitos Visuais. ‘Kubo e as Duas Cordas’ sucede a ‘O Estranho Mundo de Jack’, nomeado aos Óscares em 1994.

– Depois da polémica das duas anteriores edições, as nomeações deste ano ficam marcadas pela maior presença de sempre de atores afro-americanos. A lista apresenta 8 profissionais negros, 6 homens e duas mulheres. Denzel Washington superou o seu recorde com a 7ª nomeação e Viola Davis passa a ser a atriz afro-americana mais nomeada da história, com esta 3ª candidatura.

– Nas 88 edições anteriores, nunca um(a) cineasta negro(a) foi contemplado(a) com a estatueta dourada da realização e na lista agora divulgada, não aparecem novamente realizadoras (brancas ou negras) nomeadas. Desde 1929, só quatro mulheres lutaram pelo principal prémio.

– Mel Gibson regressa às nomeações como Melhor Realizador, com ‘O Herói de Hacksaw Ridge‘, vinte e um anos depois de ter sido nomeado e vencido o prémio por ‘Braveheart: O Desafio do Guerreiro’. Na edição deste ano, além da realização, o filme está nomeado para mais cinco categorias.

– ‘Lion – A Longa Estrada Para Casa‘ conseguiu seis nomeações. Uma delas para o de Melhor Filme, mas Garth Davis, o realizador, não foi nomeado. Dev Patel, apenas aparece na listagem de Melhor Ator Secundário.

– Apesar de arrasarem nas bilheteiras, os filmes de super-heróis estão pouco representados. Apenas ‘Esquadrão Suicida’ e ‘Doutor Estranho’ marcam presença, ambos com uma nomeação.

– Esperava-se mais de ‘Silêncio‘, drama de Martin Scorsese, que apenas conseguiu uma nomeação e numa categoria técnica (Melhor Fotografia). Foi até superado por uma super-produção que foi mal tratada pela crítica e penalizada nas receitas de bilheteira, o filme de ficção científica ‘Passageiros’, que conseguiu 2 nomeações.

– Entre as produções que foram ignoradas, conta-se ‘Deadpool’, que poderia integrar os nomeados a Melhor Argumento Adaptado e ‘Sing Street’, mas não foram indicados a nenhum prémio. O mesmo conteceu à animação da Pixar ‘À Procura de Dory’.

– Amy Adams está por trás da maior polémica destas nomeações, que não conseguiu um lugar entre os nomeados, ao ser esquecida pelo seu protagonismo em ‘O Primeiro Encontro’ ou ‘Animais Noturnos’.

– Na vertente masculina, Tom Hanks, protagonista de ‘Milagre no Rio Hudson’, também não faz parte dos eleitos. Vencedor de 2 Óscares, a última nomeação foi em 2001, por ‘O Náufrago’.

No dia 26 de fevereiro de 2017, com apresentação do humorista norte-americano Jimmy Kimmel, irá ser realizada a cerimónia de entrega dos prémios aos vencedores.

Artigos relacionados