“Allen v. Farrow”: Série documental sobre o escândalo Woody Allen estreia na HBO Portugal

HBO Portugal estreia a série Allen v Farrow

A polémica série documental “Allen v. Farrow“, dos premiados cineastas Kirby Dick e Amy Ziering, estreia esta segunda-feira, 22 de fevereiro, na HBO Portugal, um documentário de quatro partes que analisa a história de décadas por detrás das alegações de abusos sexuais contra Woody Allen que envolveram a sua filha, Dylan, a subsequente luta pela guarda e a relação de Allen com Soon-Yi, a filha de Mia Farrow.

A minissérie, que vai além de décadas de manchetes sensacionalistas para revelar a história privada de um dos mais conhecidos e falados escândalos de Hollywood, recorre a material inédito e de arquivo para abordar a acusação de abuso sexual de Dylan Farrow, filha adotiva de Mia Farrow, contra o realizador, em 1992, quando tinha sete anos, que este sempre negou. As autoridades médicas e judiciais não encontraram indícios para avançar com acusações em 1993.

O processo afetou irremissivelmente as vidas de Farrow e Allen, conhecidos pela sua parceria dentro e fora do ecrã, que se estendeu à sua família devastada com a divulgação pública das alegações de abuso e as disputas violentas que se seguiram.

Imagem da série Allen v Farrow

A série cruza um novo trabalho de investigação – meticulosamente desenvolvido através de imagens retiradas de filmes caseiros, documentos judiciais, evidências policiais, imagens de vídeo reveladoras e cassetes de áudio nunca antes ouvidas – com entrevistas exclusivas e detalhadas sobre o assunto com Mia Farrow, Dylan Farrow, Ronan Farrow, o amigo da família Carly Simon, o provedor Frank Maco, familiares, investigadores, especialistas e outras testemunhas oculares em primeira mão – muitos deles a falar publicamente sobre os acontecimentos pela primeira vez.

O documentário também inclui vozes proeminentes do panorama cultural, explorando a obra de Woody Allen num contexto mais amplo e refletindo sobre como as revelações públicas sobre a vida pessoal dos artistas podem levar a reavaliações do seu trabalho.

“Allen v. Farrow” analisa os efeitos devastadores do trauma numa família e é uma descrição assustadora do ceticismo e da reação que pode resultar de uma acusação.

Artigos relacionados