Apresentada a programação oficial da 78 ªedição do Festival de Cinema de Veneza

Programa do festival de Veneza 2021

O diretor artístico Alberto Barbera apresentou esta segunda-feira (26) a programação oficial da 78 ªedição do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorrerá de 1 a 11 de setembro, e que, como foi anunciado anteriormente, irá abrir com o filme “Madres Paralelas”, de Pedro Almodóvar.

Depois de “Listen”, de Ana Rocha de Sousa, ter brilhado na edição anterior, este ano não há qualquer título português na programação principal do festival mais antigo do mundo. Além de Almodóvar, na corrida pelo Leão de Ouro encontram-se filmes de Ana Lily Amirpour, Jane Campion, Pablo Larrain, Paul Schrader e Paolo Sorrentino, entre outros.

Fora de competição, serão exibidos filmes como “Duna“, de Denis Villeneuve, “O Último Duelo“, de Ridley Scott, “A Noite Passada em Soho” de Edgar Wright, e ainda “Halloween Mata“, de David Gordon Green, que traz a Veneza a protagonista Lee Curtis para receber o Leão de Ouro pela sua carreira, uma distinção que será também atribuída ao realizador italiano Roberto Benigni.

O júri da competição principal será presidido pelo cineasta sul-coreano Bong Joon Ho, responsável pelo aclamado “Parasitas“, premiado internacionalmente, incluindo vários Óscares e a Palma de Ouro em Cannes.

COMPETIÇÃO LEÃO DE OURO
– “Madres Paralelas”, de Pedro Almodóvar (filme de abertura)
– “Mona Lisa and the Blood Moon”, de Ana Lily Amirpour
– “Un Autre Monde”, de Stephanie Brize
– “The Power of the Dog”, de Jane Campion
– “America Latina”, de Damiano D’Innocenzo e Fabio D’Innocenzo
– “L’Evenement”, de Audrey Diwan
– “Competição Oficial”, de Gaston Duprat e Mariana Cohn
– “Il Buco”, de Michelangelo Frammartino
– “Sundown”, de Michel Franco
– “Illusions Perdues”, de Xavier Giannoli
– “The Lost Daughter”, de Maggie Gyllenhaal
– “Spencer“, de Pablo Larrain
– “Freaks Out”, de Gabrielle Mainetti
– “Qui Rido Io”, de Mario Martone
– “On the Job: The Missing 8”, de Erik Matti
– “Leave No Traces”, de Jan P. Matuszynski
– “Captain Volkonogov Escaped”, de Natasha Merkulova e Aleksey Chupov
– “The Card Counter”, de Paul Schrader
– “The Hand of God”, de Paolo Sorrentino
– “Reflection”, de Valentyn Vasyanovych
– “La Caja”, de Lorenzo Vigas

FORA DE COMPETIÇÃO FICÇÃO
– “Il Bambino Nascosto”, de Roberto Ando (filme de encerramento)
– “Les Choses Humaines”, de Yvan Attal
– “Ariaferma”, de Leonardo di Costanzo
– “Halloween Mata“, de David Gordon Green
– “La Scoula Cattolica”, de Stefano Mordini
– “Old Henry”, de Potsy Ponciroli
– “O Último Duelo“, de Ridley Scott
– “Duna“, de Denis Villeneuve
– “A Noite Passada em Soho“, de Edgar Wright
– “Scenes From a Marriage” (Episodes 1-5), Hagai Levi

FORA DE COMPETIÇÃO NÃO-FICÇÃO
– “Life of Crime 1984-2020”, de Jon Alpert
– “Tranchees”, de Loup Bureau
– “Viaggio Nel Crepuscolo”, de Augusto Contento
– “Republic of Silence”, de Diana el Jeiroudi
– “Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song”, de Daniel Geller e Dayna Goldfine
– “Deandre#Deandre Storia Di Un Impiegato”, de Roberta Lena
– “Django and Django”, de Luca Rea
– “Ezio Bosso. Le Cose Che Restano”, de Giorgio Verdelli

FORA DE COMPETIÇÃO SESSÕES ESPECIAIS
– “Le 7 Giornate di Bergamo”, de Simona Ventura
– “Il Cinema Al Tempo del Covid”, de Andrea Segre

FORA DE COMPETIÇÃO CURTAS-METRAGENS
– “Plastic Semiotic”, de Radu Jude
– “The Night”, de Tsai Ming-Liang
– “Sad Film”, de Vasili (Pseudonym)

SECÇÃO HORIZONTES

– “Les Promesses”, de Thomas Kruithof
– “Atlantide”, de Yuri Ancarani
– “Miracle”, de Bogdan George Apetri
– “Pilgrims”, de Laurynas Bareisa
– “Il Paradiso Del Pavone”, de Laura Bispuri
– “The Falls”, de Chung Mong-Hong
– “El Hoyo en la Cerca”, de Joaquin Del Paso
– “Amira”, de Mohamed Diab
– “A Plein Temps”, de Eric Gravel
– “107 Mothers”, de Peter Kerekes
– “Vera Dreams of the Sea”, de Kaltrina Krasniqi
– “White Building”, de Kavich Neang
– “Anatomy of Time”, de Jakrawal Nilthamrong
– “El Otro Tom”, de Rodrigo Pla e Laura Santullo
– “El Gran Movimiento”, de Kiro Russo
– “Once Upon a Time in Calcutta”, de Aditya Vikram Sengupta
– “Rhino”, de Oleg Sentsov
– “True Things”, de Harry Wootliff
– “Inu-Oh”, de Yuasa Masaaki

SECÇÃO HORIZONTES EXTRA
– “Land of Dreams”, de Sherin Neshat e Shoja Azari
– “Costa Brava”, de Mounia Akl
– “Mama, I’m Home”, de Vladimir Bitokov
– “Ma Nuit”, de Antoinette Boulat
– “La Ragazza Ha Volato”, de Wilma Labate
– “7 Prisoners”, de Alexandre Moratto
– “The Blind Man Who Did Not Want to See Titanic”, de Teemu Nikki
– “La Macchina Delle Immagini di Alfredo C.”, de Roland Sejko

Artigos relacionados