“Ara Malikian, Uma Vida Entre as Cordas” venceu o prémio do público no Festival Periferias

Nata Moreno venceu premio do publico no Festival Periferias 2020

Durante a gala de encerramento da VIII edição do Periferias – Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valência de Alcântara, celebrada no Museo Vostell Malpartida, foi anunciado o Prémio do Público 2020. A decisão reconheceu o trabalho documental de Nata Moreno, “Ara Malikian, Uma Vida Entre as Cordas“, sobre o conhecido violinista libanês, exibido em versão drive-in em Carbajo na última sexta-feira.

Num vídeo partilhado com a audiência, a cineasta de Zaragoza agradeceu o reconhecimento obtido, afirmando que “todos os prémios são bonitos, mas não há nenhum tão bonito quanto o do público”. A realizadora, que soma mais esta distinção aos prémios Goya e Forqué obtidos na categoria de Melhor Documentário, realçou o papel do festival por “levar o cinema a lugares onde mais ninguém o faz e por torná-lo um evento tão delicado e especial ”.

Em jeito de balanço, a directora do festival, Paula Duque, expressou o seu agradecimento pelo compromisso do público, “por ter respeitado sempre as normas de segurança e, sobretudo, por ter continuado a consumir cultura em tempos de crise”, acrescentando que “cerca de mil espectadores passaram pelas oito etapas desta edição do Periferias”, uma edição preparada com cuidados especiais num esforço para reduzir os riscos relacionados com a atual situação de saúde pública.

Ao longo destes dias, foi possível acompanhar uma programação de cerca de vinte títulos, duma selecção que incluiu nomes como Pedro Costa, Oliver Laxe, Leonor Teles, Mariana Gaivão, Sofia Bost, Alejandro Salgado, André Sanz, Nata Moreno, Guillermo de Olivera, Elia Suleiman e Wanuri Kahiu.

Entre as novidades apresentadas, contaram-se sessões online, através da plataforma Filmin e videoclube Zero em Comportamento, e um Drive-In, realizado na localidade espanhola de Carvajo, bem como a venda digital de bilhetes pela ticketline.

Artigos relacionados