Arranca esta sexta-feira mais uma edição do Porto/Post/Doc

Porto Post Doc 2020

Arranca esta sexta-feira (20), mais uma edição do Porto/Post/Doc: Film & Media Festival. Até ao dia 29 de novembro, o festival apresenta um conjunto de filmes “entre a cidade e o mundo, a ficção e o documentário”, e as já habituais secções competitivas, a Competição Internacional e a Competição Cinema Novo, que visam revelar “as pérolas mais ocultas do cinema contemporâneo”.

Pela primeira vez, o festival apresenta uma parte da programação em plataformas online, como forma de adaptação aos novos tempos, mas também voltará a ocupar vários espaços da cidade (Teatro Municipal do Porto – Rivoli, Cinema Passos Manuel, Planetário do Porto – Centro de Ciência Viva e Escola das Artes – UCP).

Esta 7ª edição do Porto/Post/Doc é uma aposta clara nas produções em língua portuguesa, com uma programação que inclui 25 filmes produzidos por portugueses ou oriundos de países de expressão portuguesa.

Além disso, e de acordo com a organização, o festival oferece ainda um “calendário diverso e adaptado às necessidades de hoje com estreias nacionais, conversas, entrevistas a realizadores, sessões para famílias e uma academia destinada a pensar novas forma de produção de conteúdos realizada em parceria com o Canal 180.”

A principal competição do festival regressa com nove longas-metragens, produzidas entre 2019 e 2020, um conjunto de filmes entre o registo documental e a ficção que permite uma viagem intercontinental por algumas das paisagens sociais e políticas contemporâneas.

Na secção competitiva Cinema Novo, que visa descobrir jovens talentos, reúne 11 curtas-metragens realizadas por estudantes portugueses ou por estudantes de instituições portuguesas de ensino superior, numa montra anual daquilo que melhor se faz nas escolas de cinema.

Cinema Falado é a secção competitiva dedicada exclusivamente ao cinema falado em português, com curtas e longas-metragens recentes e visa promover e divulgar a língua portuguesa em toda a sua diversidade, bem como as cinematografias dos vários países de língua portuguesa.

Fora da competição, o programa Cinefiesta apresenta uma selecção de quatro longas-metragens espanholas concluídas recentemente, e no Transmission, um dos programas mais populares, serão exibidos uma selecção de documentários sobre música e movimentos culturais, com diversidade de géneros que vão da white riot dos The Clash à música ligeira de José Pinhal.

Esta edição conta ainda com o regresso do realizador galego Eloy Domínguez Serén, com uma carte blanche que inclui três filmes da história do cinema sueco. Já a secção Highlights tem como foco as histórias contemporâneas da América, sem esquecer as sessões do Planetário do Porto que volta a receber filmes panorâmicos que convidam o espectador a mergulhar numa viagem de sensações.

Entre as novidades estão a In-Edit, em parceria com festival espanhol com o mesmo nome, uma secção dedicada a documentários musicais, com três longas-metragens, e a 180 Media Academy, que reúne talentos inconformados num programa que visa repensar os formatos e temas dos media. Além das sessões de cinema, apresenta ainda uma série de conversas e master classes com vários realizadores convidados.

A programação completa da 7ª edição do Porto/Post/Doc pode ser consultada no site oficial do festival e dos filmes para assistir online.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *