Arranca hoje a 19ª edição do IndieLisboa- Festival Internacional de Cinema

Arranca esta quinta-feira, 28 de abril, a 19ª edição do IndieLisboa – Festival Internacional de Cinema, que até ao dia 8 de maio, vai dividir a sua programação por espaços como o Cinema São Jorge, Culturgest, Cinemateca, Cinema Ideal e a Biblioteca Palácio Galveias.

Esta edição, que conta com mais de duas centenas e meia de filmes, abre com a exibição dos filmes “Albufeira” (1968), de António de Macedo, e “Zéfiro” (1994), de José Alvaro de Morais, e com antestreia nacional do documentário “Cesária Évora“, às 21:30h, na Culturgest, com a presença da realizadora Ana Sofia Fonseca, da neta da cantora Janette Évora e do antigo manager e amigo próximo da artista José da Silva. Na sessão de encerramento será projetado em antestreia nacional “A Viagem de Pedro“, uma coprodução luso-brasileira da realizadora Laís Bodanzky.

Filme “A Viagem de Pedro”

Um dos grandes destaques desta edição é a Competição Nacional, a mais extensa da história do festival, que prova a vitalidade do cinema português. Esta secção competitiva reúne 9 longas-metragens e 16 curtas, provenientes de autores de diferentes gerações e com um grande leque de abordagens artísticas.

Na Competição Internacional de Longas-metragens vão marcar presença filmes como “Pedro”, a primeira obra de Natesh Hedge, “Freda”, filme de estreia da realizadora haitiana Gessica Généus, “El Gran Movimiento”, de Kiro Russo, vencedor do Grande Prémio de Longa-Metragem do IndieLisboa 2017, “How to Save a Dead Friend”, da cineasta russa Marusya Syroechkovskaya” ou “Ghost Song”, documentário do cineasta francês Nicolas Peduzzi.

Na secção competitiva Silvestre, dedicada a autores consagrados e talentos emergentes que arriscam em novas linguagens cinematográficas, o IndieLisboa destaca três filmes: a produção vietnamita “The Girl from Dak Lak”, de Pedro Román e Mai Huyền Chi, “Convenience Store”, filme de estreia de Michael Borodin sobre a escravatura moderna, e “Nous, Étudiants!”, um documentário de Rafiki Fariala.

Filme “How to Save a Dead Friend”

Da programação também faz parte o IndieMusic, com destaque para “Meet Me in The Bathroom”, filme de Will Lovelace e Dylan Southern, a secção competitiva Novissimos, constituída por um conjunto de filmes de jovens cineastas que estão a dar os seus primeiros passos, a Director’s Cut com filmes novos que mergulham na memória do cinema como sua principal inspiração, e a Boca do Inferno, composta por obras que rasgam fronteiras de registo e temas, sem tabus, e o IndieJunior, a secção dedicada aos mais pequenos, com filmes para todas as idades, workshops e actividades em família.

Nas Sessões Especiais, além dos filmes de abertura e encerramento, está também agendada a antestreia nacional de “SITA – a Vida e o Tempo de Sita Valles“, documentário de Margarida Cardoso, e a comédia “Um Filme em Forma de Assim“, de João Botelho.

“Um Filme em Forma de Assim”

Espaço ainda para a retrospetiva coprogramada com a Cinemateca Portuguesa, que redescobre 10 obras da realizadora Doris Wishman, figura de culto do cinema independente norte-americano e a primeira mulher cineasta a dedicar a sua obra à sexploitation feminina no cinema no início dos anos 1960

Mais informações no site oficial do IndieLisboa. Conheça os títulos que integram a Competição Nacional de Longas-Metragens:

– “Águas do Pastaza”, de Inês T. Alves
– “Atrás Dessas Paredes”, de Manuel Mozos
– “Frágil”, de Pedro Henrique
– “Mato Seco em Chamas”, de Adirley Queirós e Joana Pimenta
– “Rua dos Anjos”, de Maria Roxo e Renata Ferraz
– “Super Natural”, de Jorge Jácome
– “O Trio em Mi Bemol”, de Rita Azevedo Gomes
– “Périphérique Nord”, de Paulo Carneiro
– “Viagem ao Sol”, de Ansgar Schaefer e Susana De Sousa Dias

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados