Ben Wheatley vai escrever e realizar o remake do thriller ‘O Salário do Medo’

Le salaire de la peur_Ben Wheatley

O cineasta britânico Ben Wheatley, vai escrever o guião e realizar um remake de ‘O Salário do Medo’ (Le salaire de la Peur), thriller franco-italiano produzido em 1953, de Henri-Georges Clouzot e protagonismo de Yves Montand.

O filme é uma adaptação cinematográfica do romance de Georges Arnaud, da mesma década do filme, que fala sobre pobreza, cobiça humana pelo dinheiro, arrogância, covardia e até mesmo um pouco de romance. Em 1977 e inspirado no mesmo livro, William Friedkin realizou ‘O Comboio do Medo’ (Sorcerer), que não atingiu o sucesso desejado.

A trama passa-se na isolada cidade de Las Piedras, no meio de uma selva na América do Sul, um autêntico refúgio para criminosos de todo o mundo. Para apagar e controlar um incêndio num poço petrolífero, quatro homens são contratados para transportar uma perigosa carga de nitroglicerina, altamente explosiva, através dos enlameados e esburacados trilhos da selva, cheios de perigosos obstáculos. Assim, tem início uma tensa rivalidade entre os quatro homens, que pretendem usar essa oportunidade para fugir, mas cujo resultado pode ser a morte de todos.

Wheatley vai ter agora a sensibilidade para refazer um clássico que chegou a ser amado por muitos e não muito apreciado por outros. A sua carreira tem sido prolífica e espetacular, iniciando-se em longas-metragens em 2009, com ‘Down Terrace’, começando a ser mais conhecido, quando realizou em 2011 o thriller de baixo orçamento ‘Uma Lista a Abater’ e em 2012 ‘Assassinos de Férias‘. Para estrear em 2016 está o drama de ficção científica ‘High Rise’, com Tom Hiddleston e o drama criminal ‘Free Fire’.

Artigos relacionados