Benedict Cumberbatch será o protagonista da adaptação de “Gypsy Boy”

Depois de ter assumido o papel do matemático e génio de computação Alain Turing, no filme “O Jogo da Imitação“, e o do inventor Thomas Edison, em “The Current War (2018)”, Benedict Cumberbatch já está preparado para protagonizar mais uma cinebiografia inspirada numa história de vida real: “Gipsy Boy”.

O novo filme será uma adaptação do elogiado livro de memórias homónimo de Mikey Walsh, publicado em 2010. Em 2011 ganhou uma continuação com o título “Gypsy Boy: On The Run”. Os best-sellers narram a vida de Mikey, que cresceu numa comunidade de ciganos britânicos, conhecida por Romnichals.

Cumberbatch irá interpretar Frank, o exigente pai de Mikey e membro da última geração de pugilistas ciganos. Sendo o boxe uma religião para o clã Walsh, quando Mikey nasceu, recebeu uma corrente com um par de luvas douradas para usar à volta do pescoço na esperança de manter a tradição.

A pressão para Mikey se tornar um pugilista divide a família e muito mais, quando na adolescência, nos anos 90, descobre que é homossexual. Em 1996, tomou a decisão dramática de abandonar a família e a comunidade que o rejeitavam, assim como a sua cultura.

Sobre este projeto, Cumberbatch explicou: “Fui imediatamente atraído pela história corajosa e comovente de Mikey. E o seu pai Frank é diferente de qualquer personagem que já interpretei. Ele é um homem complexo dividido entre a tradição e o amor pelo filho, em conflito com a sua identidade, completamente oposta à de Frank e à sua cultura”.

A produção tenta agora encontrar um jovem ator para dar vida ao jovem Mikey, para que no verão do próximo ano o filme comece a ser rodado, com o realizador Morgan Matthews (X+Y) ao leme. James Graham assina o argumento.

Artigos relacionados