“Bingo: O Rei das Manhãs” é o representante do Brasil ao Óscar 2018

O drama biográfico “Bingo: O Rei das Manhãs”, do realizador Daniel Rezende, foi selecionado para representar o Brasil na candidatura a uma nomeação para o Óscar na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira, da Academia Americana de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA. Consulte a lista dos filme já submetidos.

Depois da polémica do ano passado que envolveu a indicação do filme “Pequeno Segredo”, em detrimento de “Aquarius”, a decisão foi agora tomada pela Academia Brasileira de Cinema – entidade formada por mais de duzentos profissionais da área cinematográfica, com acompanhamento do Ministério da Cultura brasileiro.

O filme foi escolhido entre as 22 produções concorrentes, onde também se encontravam “Elis“, de Hugo Prata, “Vazante”, de Daniela Thomas, a co-produção luso-brasileira “Joaquim”, de Marcelo Gomes e o vencedor do Festival de Cinema de Gramado, “Como Nossos Pais”, de Laís Bodanzky, um dos filmes preferidos dos críticos brasileiros.

“Bingo: O Rei das Manhãs”, inspirado na vida de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo na televisão na década de 1980, conta a história de Augusto, papel do ator Vladimir Brichta, que interpreta Bingo, palhaço e apresentador de um programa televisivo infantil, que fez enorme sucesso. Frustrado por não ser reconhecido pelo público, o ator passou a envolver-se com drogas nos bastidores da produção.

O filme foi também escolhido como candidato aos Prémios Goya, na categoria de Melhor Filme Ibero-Americano, da Academia Espanhola de Cinema, onde e tal como nos Óscares, concorrerá com o filme português “São Jorge“, de Marco Martins.

Os 5 finalistas nomeados para o Óscar serão anunciados no dia 23 de janeiro de 2018. O vencedor será anunciado na cerimónia de entrega dos prémios da 90ª edição dos Óscares, que se realiza no dia 4 de março de 2018. A 32ª Edição dos Prémios Goya está marcada para o dia 3 de fevereiro de 2018, em Madrid.

Confira o trailer oficial:

Artigos relacionados