“Bostofrio”: Documentário de Paulo Carneiro estreia em cinema esta semana

Estreia do documentário português Bostofrio

Depois da estreia mundial na 15ª edição do IndieLisboa, onde foi distinguido com uma menção honrosa pelo júri da secção Árvores da Vida, “Bostofrio, Où le Ciel Rejoint la Terre“, documentário de Paulo Carneiro, vai ter estrear-se comercialmente em cinemas de Lisboa, Porto, Cascais, Leiria e Setúbal, com distribuição da Papaveronoir Filmes.

Rodado em Bostrofrio, no concelho de Boticas, distrito de Vila Real, o jovem cineasta de 28 anos, com ligações à aldeia barrosã, procurou através da realização do filme obter respostas sobre o seu passado familiar, nomeadamente, as suas origens paternas ligadas ao avô que não conheceu.

O filme é composto por uma série de entrevistas, tão íntimas quanto divertidas, nas quais é o próprio realizador que se implica na acção e questiona os habitantes (muitos deles, seus familiares) sobre quem era, e como era, o seu avô. Nesta investigação, que simultaneamente observa os gestos do trabalho enquanto puxa pela língua das gentes, levanta-se o véu de uma ruralidade ainda cheia de segredos e meias verdades.

Exibido em vários festivais, venceu o prémio de Melhor Documentário no Filmes do Homem – Festival de Documentário de Melgaço, o prémio de imprensa do festival Caminhos do Cinema Português e recentemente o prémio Rayon Vert nos Rencontres Cinématographiques Internationales de Cerbère-Portbou.

“Bostofrio, Où le Ciel Rejoint la Terre” estreia na próxima quinta-feira, dia 7 de novembro, com algumas das sessões a incluirem conversas com o realizador.

Artigos relacionados