Brad Peyton vai dirigir a adaptação da história curta “The Epoch Index”

Definitivamente, as histórias curtas estão a contagiar os estúdios para o desenvolvimento de novos projetos. Depois da Netflix ter superado oito pretendentes e adquirir “Life Reason”, de Matthew Baker, a 20th Century Fox venceu o leilão pelos direitos de “The Epoch Index”, um romance de 36 páginas do escritor Christian Cantrell, publicado em 2010.

De acordo com aquela fonte, a Fox já tem acordo com a 6th & Idaho, produtora de Matt Reeves, para desenvolver o projeto que será dirigido por Brad Peyton, realizador de “San Andreas” e da anunciada sequela, assim como,  “Rampage: Fora de Controlo“, que estreia em Portugal no dia 12 de abril. O argumento estará a cargo de Justin Rhodes, que escreveu o reboot de “Exterminador Implacável” e do filme sobre a Tropa dos Lanternas Verdes, que brevemente irão entrar em produção.

A curta história/romance está centrada em Quinn Mitchell, uma espia e analista da CIA durante o dia, e uma esposa e mãe nas noites e fins de semana. Depois de uma série de lutas pessoais e falhas profissionais, Quinn espera encontrar a redenção na sua nova tarefa: uma série de bizarros assassinatos onde as vítimas são encontradas com um números de três dígitos tatuados, queimados ou esculpidos na sua carne. Enquanto Quinn persegue o assassino por todo o mundo – sempre com uma morte por trás – as suas vidas enredam-se de uma maneira que nenhum deles pode prever.

Segundo o Deadline, nas licitações pelos direitos de “The Epoch Index”, estiveram também envolvidos a Amblin Entertainment, Sony Pictures, New Line, Paramount Pictures e a Imagine.

Artigos relacionados