Cannes 2019: Curta-metragem do português Gabriel Abrantes selecionada para a Quinzena dos Realizadores

Seleção Oficial da Quinzena dos realizadores Cannes 2019

Foi divulgada esta terça-feira, dia 23 de abril, a Seleção Oficial da 51ª edição da Quinzena dos Realizadores, um programa paralelo ao Festival de Cinema de Cannes, que vai decorrer de 15 a 25 de maio.

A curta-metragem “Les Extraordinaires Mésaventures de la Jeune Fille de Pierre”, do realizador português Gabriel Abrantes, uma coprodução entre Portugal e França, foi um dos filmes selecionados para a mostra de curtas, onde fará a estreia mundial. É o regresso do cineasta português a Cannes, depois de ter vencido o grande prémio da Semana da Crítica, com o filme “Diamantino”, que dirigiu em conjunto com Daniel Schmidt.

De recordar que na Semana da Crítica – outro dos programas paralelos ao festival – foram também anunciadas duas produções nacionais: “Dia de Festa”, de Sofia Bost, e “Invisível Herói”, da lusodescendente Cristèle Alves Meira.

A edição deste ano terá como filme de abertura “Le Daim”, de Quentin Dupieux, realizador e músico francês. O encerramento estará a cargo de “Yves”, do realizador e ator francês Benôit Forgeard.

Eis a programação completa

LONGAS-METRAGENS
– “Alice et le Maire”, de Nicolas Parisier
– “And Then We Danced”, de Levan Akin
– “The Halt (Ang Hupa) de Lav Diaz
– “Canción sin Nombre”, de Melina León
– “Le Daim”, de Quentin Dupieux
– “Give Me Liberty”, de Kirill Mikhanovsky
– “First Love”, de Takashi Miike
– “To Live to Sing”, de Johnny Ma
– “Dogs Don’t Wear Pants”, de Jukka-Pekka Valkeapää
– “The Lighthouse”, de Robert Eggers
– “Lillian”, de Andreas Horvath
– “Ghost Tropic”, de Bas Devos
– “Oleg”, de Juris Kursietis
– “On Va Tout Péter”, de Lech Kowalski
– “The Orphanage”, de Shahrbanoo Sadat
– “Les Particules”, de Blaise Harrison
– “Perdrix”, de Erwan Le Duc
– “Por el Dinero”, de Alejo Moguillansky
– “Sem Seu Sangue”, de Alice Furtado
– “Tlamess”, de Ala Eddine Slim
– “Une Fille Facile”, de Rebecca Zlotowski
– “Wounds”, de Babak Anvari
– “Yves”, de Benoît Forgeard
– “Zombi Child”, de Bertrand Bonello

CURTAS E MÉDIA METRAGENS
– “Two Sisters Who Are Not Sisters”, de Beatrice Gibson
– “The Marvelous Misadventures of the Stone Lady”, de Gabriel Abrantes
– “Grand Bouquet”, de Nao Yoshigai
– “Stay Awake, Be Ready”, de An Pham Thien
– “Je te Tiens”, de Sergio Caballero
– “Movements”, de Dahee Jeong
– “Olla”, de Ariane Labed
– “Piece of Meat”, de Jerrold Chong e Huang Junxiang
– “Ghost Pleasure (Plaisir fantôme)”, de Morgan Simon
– “That Which Is to Come Is Just a Promise”, de Flatform

SELEÇÃO ESPECIAL
– Masterclass de Robert Rodriguez – “Red 11”
– “The Staggering Girl”, de Luca Guadagnino

Artigos relacionados