“Children of the Cult”: ID estreia docusséries sobre vítimas de uma seita que passou por Portugal

O canal ID – Investigation Discovery Portugal, estreia este sábado, 19 de fevereiro, às 22:00h, a série “Children of the Cult“, um poderoso documentário de cinco partes, onde são narradas as histórias de horror e coragem de três mulheres britânicas que sofreram toda a espécie de abusos durante a sua passa o culto infernal “Children of God”.

Os cultos são terríveis, mas poucos foram tão monstruosos quanto os “Children of the Cult”, cujo fundador, o norte-americano David Brandt Berg, não apenas defendeu a usual disparate sobre um iminente apocalipse e o seu próprio estatuto como profeta de Deus, mas também pregou uma doutrina de abuso sexual pedófilo.

Nas gravações de áudio e literatura decorada com desenhos animados (conhecidas como “Mo Letters”) que enviou para as suas comunas ao redor do mundo, Berg promoveu a crença de que sexo era amor, que amor era Deus e, portanto, que as crianças deveriam ter relações carnais com entre si e com os adultos. O resultado foi um ambiente de estupro e exploração horríveis cujos detalhes são de revirar o estômago.

A docussérie abre as cortinas sobre essa organização nefasta e apresenta relatos de três sobreviventes, Hope, Verity e Celeste, que denunciam as histórias de terror vividas em criança nesta seita religiosa fundada em 1968, em Huntington, na Califórnia, EUA. Ao contrário de seus pais, elas nasceram no culto e, portanto, foram desde o início isoladas da maior parte do conhecimento ou interação com o mundo. Traficadas de país para país, de comuna para comuna, e sem acesso aos seus passaportes, foram encorajadas desde crianças a mostrar o seu amor a Deus através da sexualidade.

David Brandt Berg – Fundador do Children of the Cult

“Children of the Cult” apresenta testemunhos duros e impressionantes sobre a vida dentro de um culto, que chegou a existir em Portugal. O fundador Berg acabou por morrer na Costa da Caparica, em 1994, mas o trauma persiste nas memórias de milhares de vítimas que dizem ter sido abusadas no culto.

Artigos relacionados

1 comentário

  1. Teresa

    Lamentavelmente repugnante, monstruoso, como é possível existirem pessoas tão perversas e depravadas, para conseguirem violar os próprios filhos, assim como outras crianças. Este culto de monstros, ainda é liderado por uma tarada sexual, que está em constante movimento pelo planeta, para não ser descoberta. Ex mulher do fundador, outro tarado sexual chamado David Berg, que faleceu no meu País, na Costa da Caparica. Acabei de ver dois episódios intitulados “CHILDREN OF THE CULT”, no canal ID Investigation Discovery, que muito aprecio. Estou arrasada com o que assisti!

Comentários fechados.