Cineasta dinamarquês Nicolas Winding Refn anunciado para dois remakes

Nicolas Winding Refn_remakes

O cineasta dinamarquês Nicolas Winding Refn foi anunciado como produtor de dois remakes de filmes de culto, ‘Maniac Cop – A Vingança’ e ‘O Caçador de Bruxas’ (Witchfinder General).

A empresa de Refn, a Space Rocket Nation, estabeleceu um negócio de parceria com as produtoras Vendian Entertainment e Wild Bunch, sendo ‘Maniac Cop’, o primeiro projeto a ser lançado.

O filme original foi realizado em 1988, por William Lustig. Na trama, pessoas inocentes estão a ser misteriosa e brutalmente assassinadas nas ruas de Nova Iorque e testemunhas afirmam tratar-se de um policia maníaco. À medida que as mortes vão aumentando, as autoridades decidem aumentar a vigilância e escolhem o experiente detetive Frank McCrae, para tratar das investigações e descobrir quem é o assassino. Ao mesmo tempo, Jack Forrest, um jovem policia com fama de ser problemático é tido como suspeito, mas tudo não passou de uma cilada armada pelo verdadeiro criminoso. Os dois agentes vão ter de se unir para solucionarem o mistério e finalmente tirarem o assassino de cena.

O segundo projeto, também conhecido por ‘The Conqueror Worm’, trata-se de um clássico de terror de 1968, do realizador Michael Reeves, cujo remake será produzido pela SRN em conjunto com o produtor britânico Rupert Preston, que terá um orçamento baixo, a rondar entre os 5 e 10 milhões de dólares.

O filme foi baseado no livro de Ronald Bassett, que obteve inspiração numa obra de Edgar Allan Poe. A história está centrada em Matthew Hopkins, o mais importante caçador de bruxas da Inglaterra do século XVI, que viaja pelas zonas rurais com o seu brutal assistente, prestando assistência a que requisita os seus serviços, aproveitando-se das jovens acusadas de bruxaria. Numa dessas zonas, Hopkins tortura um padre acusado de bruxaria e recebe em troca do perdão, os favores sexuais da sobrinha. Mas o namorado da rapariga, um soldado de Cromwell, jura vingança…

‘The Neon Demon’, o mais recente filme de Refn como realizador, é um dos filmes em competição pela Palma de Ouro do 69º Festival de Cannes. Em Portugal, vai ser distribuído pela Leopardo Filmes, mas ainda não tem previsão de estreia.

Artigos relacionados