Cinebiografia de Freddie Mercury renasce com Anthony McCarten

cinebiografia Freddie Mercury

Em desenvolvimento há vários anos, com momentos conturbados à mistura, a cinebiografia de Freddie Mercury, o lendário vocalistas dos Queen, foi reavivada pela Sony Pictures e a produtora GK Films, que anunciaram a contratação de Anthony McCarten (A Teoria de Tudo), para escrever o guião, a partir do original de Peter Morgan.

O filme, intitulado provisoriamente de ‘Bohemian Rhapsody’, uma alusão a um dos êxitos da banda, pretende mostrar os primeiros passos dos Queen, desde que se formaram em Londres, no ano de 1970 e a sua ascensão até à apoteótica apresentação em 1985, no festival Live Aid, transmitido em direto para quase dois biliões de espectadores, em mais de 100 países. Segundo se consta, a longa-metragem não deverá apresentar factos relacionados com a morte de Mercury, ocorrida a 24 de novembro de 1991, quando perdeu a luta contra a SIDA.

O projeto original começou a desfazer-se, quando o ator Sacha Baron Cohen, conhecido pelas interpretações como Borat e que estava para ser o protagonista, abandonou o papel, devido a diferenças criativas com a Sony e com os restantes membros da banda. Pelos mesmos motivos, o realizador britânico Dexter Fletcher, saiu de cena.

Sem realizador e atores anunciados, já correm rumores de que Ben Whishaw (007 Spectre) está bem posicionado para dar vida a Mercury. A produção deverá arrancar em junho de 2016.

Artigos relacionados