Cinema Bold regressa em outubro com novos filmes do cinema independente

A distribuidora portuguesa Alambique Filmes anunciou o regresso da Cinema BOLD em outubro, uma vez mais, com uma seleção criteriosa do que mais arrojado e pertinente do jovem cinema independente, maioritariamente primeiras ou segundas obras, sendo ainda de destacar cinco realizados no Feminino.

A BOLD pretende também regularmente dar a conhecer filmes inéditos dos grandes realizadores do cinema atual, mas que à época não mereceram a devida atenção. E a nova vida da iniciativa arranca já no próximo dia 5 de outubro, com o drama de terror e fantasia “Os Inocentes“, do cineasta norueguês Eskil Vogt, sobre um grupo de crianças que, fora da vista dos adultos, revelam os seus obscuros e misteriosos poderes escondidos.

Filme “Os Inocentes”

Foram também anunciados os títulos de mais seis filmes que farão parte da programação e que vão chegar às salas de cinema portuguesas, um por mês, sempre na primeira quinta-feira: “Ovo“, de Hanna Bergholm, “Cop Secret“, de Hannes Þór Halldórsson, “A Fuga do Capitão Volkonogov“, de Natasha Merkulova e Aleksey Chupov, “Cerdita” (Piggy), de Carlota Pereda, “Rodeo“, de Lola Quivoron, e “Sick of Myself“, de Kristoffer Borgli. Para saber mais sobre estes filmes, clique nos links dos títulos.

Além disso, a 13 de outubro, a propósito da estreia de “O Triângulo da Tristeza“, serão disponibilizados (nos cinemas e na FILMIN), os 3 primeiros filmes de Ruben Ostlund: “O Guitarrista”, “Involuntário” e “Play”. Já a 17 de novembro, ligando com o lançamento do seu mais recente filme, “Decisão de Partir” (Decision to Leave), será a vez de Park Chan-wook, com a estreia de 3 obras inéditas: “Sou um Ciborgue Mas Não Faz Mal”, “Vingança Planeada”, “Em Nome da Vingança” e o relançamento de “Thirst – Este é o Meu Sangue” e “A Criada“.

Em Lisboa, os filmes da BOLD serão exibidos em exclusivo no Cinema Fernando Lopes, a mais recente sala de cinema da cidade, que no interior de uma Universidade (a Lusófona) será a casa ideal para revitalizar a relação do cinema independente com todo um público jovem. Os filmes tem também já assegurada exibição na Casa do Cinema de Coimbra, aguardando-se para breve outras confirmações com o objetivo de ter uma rede de cinemas com cobertura nacional.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados