“Clássicos do História”: Três documentários especiais em exclusivo no canal História

Canal Historia estreia o especial Classicos do Historia

A partir desta quarta-feira, 15 de julho, pelas 22:15h, o canal História vai emitir o especial “Clássicos do História“, composto por três documentários especiais. O primeiro apresenta as múltiplas teorias para explicar o fenómeno do desaparecimento dos dinossauros na terra, seguindo com a emissão de outro igualmente excecional sobre o desenvolvimento inicial do universo e da própria existência do homem, e por fim, um que resume em apenas 120 minutos a História dos 14 mil milhões de anos do Universo.

Confira um resumo dos três documentários especiais que são emitidos todas as quartas-feiras, sempre às 22:15h:

15 de julho – “O Primeiro Apocalipse

Há 65 milhões de anos, os dinossauros desapareceram da superfície da Terra. Ao longo da história, surgiram múltiplas teorias para explicar o fenómeno. A crença das últimas três décadas é que se deveu ao impacto de um asteroide sobre o México. Na atualidade, alguns cientistas sustêm que um vulcão gigante da Índia, unido a outros fatores meio ambientais, foi o culpado pela extinção.

De qualquer forma, muitos especialistas estão de acordo em que o desaparecimento dos dinossauros não pôde dever-se a um impacto isolado; de facto, acredita-se que uma complexa mistura de elementos terminou num final fatídico que levava milhares de anos a preparar-se.

Como podemos aprender com a desgraça dos dinossauros, e em que medida pode o nosso próprio destino estar ligado ao seu?

22 de julho – “Big Bang

O universo começou com uma luminosa e violenta explosão que mergulhou tudo no caos. Desde então, os nossos grandes pensadores têm tentado estudar esse caos para encontrar a ordem, a lógica e as respostas às da nossa origem. Aprendemos a decifrar as pistas cósmicas de como chegamos a existir, avançando passo a passo, de revelação em revelação.

Aristóteles disse-nos que o mundo era redondo. Ptolomeu concebeu um sistema de planetas, estrelas e sol, enquanto que Copérnico colocou o sol no centro desse sistema. Galileu confirmou-o e Newton explicou o que o mantinha unido. Einstein ofereceu uma perspetiva sobre o que o impulsionou. Finalmente, Edwin Hubble estabeleceu que tudo começou com o “Big Bang”.

Durante este programa saberemos como várias culturas acreditam de que forma começou o mundo e como acabará tudo… e o que virá depois. E ainda, com a utilização de extraordinários gráficos gerados por computador recriaremos o espetacular momento em que tudo começou.

Em resumo, este documentário excecional expõe uma das grandes perguntas da história: Onde começou tudo?

29 de julho – “A História do Universo em duas Horas

Através de infografias contamos-lhe os espantosos 14.000 milhões de anos de história do nosso universo em duas horas. Trata-se de uma intensa viagem desde o começo dos tempos até ao momento presente, durante o qual paramos para analisar instantes críticos, momentos históricos e ligações extraordinárias entre o passado remoto e a nossa vida diária.

Esta é uma forma absolutamente nova de observar a história do universo, do planeta Terra e da humanidade.

Partindo de uma disciplina académica emergente conhecida como grande história, os produtores do programa derrubam as barreiras tradicionais que existem entre a ciência e a História para mostrar como a astrofísica, a química, a biologia, a paleontologia, a antropologia e todas as etapas da História podem em realidade se fundir único relato. É uma visão trepidante que abarca desde a formação da Terra e o nascimento da vida até ao avanço do homem e o desenvolvimento da civilização.

De zero a 14.000 milhões de anos em 120 minutos!

Artigos relacionados