Começa hoje a 4ª edição do ciclo Topografias Imaginárias

É já esta sexta (1 setembro), que começa a 4ª edição do ciclo Topografias Imaginárias, uma iniciativa organizada desde 2015 pelo Arquivo Municipal de Lisboa – Videoteca e que conta com sessões de cinema ao ar livre em vários locais da capital portuguesa.

As sessões ao ar livre e os visionamentos comentados acontecem já neste fim-de-semana (1 a 3 setembro) e no próximo (8 a 10), em locais como a Ponte Vasco da Gama, o Museu da Carris, Miradouro de Santo Amaro de Alcântara, Parque das Nações, Quinta do Alto, Alvalade, Vale Fundão, Teatro de Carnide e outros.

Este programa insere-se no âmbito da iniciativa “Passado e Presente – Lisboa, Capital Ibero-Americana de Cultura 2017”, sob o lema “Lisboa, cidade do Sul”, cujas sessões contarão ainda com comentários dos realizadores dos filmes, investigadores e críticos ou historiadores.

Na programação estão incluídos os seguintes filmes:

– “O Descobrimento do Brasil (1936)”, de Humberto Maur
– “O Caso J. (2017)”, de José Filipe Costa
– “Milagre na Terra Morena (1975)”, de Santiago Álvarez
– “Outro País (1999)”, de Sérgio Tréfaut
– “Zéfiro (1994)”, de José Álvaro de Morais
– “La Illusión Viaja em Tranvia (1953)”, de Luís Buñuel
– “Los Barcos (2016)”, de Dominga Sottomayor
– “Fuera de Cuadro (2010)”, de Márcio Laranjeira
– “Mauro em Caiena (2012)”, de Leonardo Mouramateus
– “Où Esta la Jungle? (2015)”, de Iván Castiñeras Gallego
– “Eldorado XXI (2016)”, de Salomé Lamas

A programação completa está disponível no site oficial.

Artigos relacionados