“Coyote Vs. Acme”: Warner Bros. recua e pretende agora vender o filme

A forte contestação ao arquivamento definitivo do híbrido de animação CG com live-action,”Coyote Vs. Acme“, fez a Warner Bros. recuar na sua decisão e agora está a pensar em vender o filme.

Segundo o Deadline, estão marcadas para esta semana exibições para as plataformas de streaming da Amazon Prime Video, Apple e Netflix, no sentido de potencialmente adquirirem o filme centrado no personagem de desenhos animados Wile E. Coiote, da Looney Tunes, criado em 1949 por Chuck Jones.

O filme, que já estava concluído, foi realizado por Dave Green, pode assim ganhar uma nova chance de ser visto em streaming, ou quem sabe até nos cinemas. No elenco principal encontram-se nomes como John Cena, Lana Condor, Will Forte e P.J. Byrne.

Embora ainda não haja nenhum acordo, o Dealine relata que a Prime Video é a forte candidata a ficar com o filme, dado o facto de que Courtenay Valenti, chefe da Amazon Studios e da MGM, ter sido uma grande defensora e peça fundamental para o filme, enquanto presidente de produção e desenvolvimento da Warner Bros. Pictures.

Além disso, a Amazon é conhecida por adquirir produções finalizadas por US$ 100 milhões e levá-los para o catálogo da Prime Video, e como “Coyote vs. Acme” recebeu pontuações altas nos testes de exibição, isso indica que o filme é um ativo valioso em qualquer lugar.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados