Crime+Investigation estreia a primeira temporada de “Licença Para Matar”

Crime+Investigation estreia Licença para Matar

Médicos, enfermeiros, profissionais de saúde… o que acontece quando as mãos que deveriam curar são usadas para causar danos? A resposta a esta questão será dada na nova série “Licença Para Matar” (License to Kill), cuja primeira temporada estreia em exclusivo no canal Crime+Investigation nesta quarta-feira, 28 de outubro, às 22:30h, em episódio duplo.

Apresentada pelo conhecido cirurgião plástico, Dr. Terry Dubrow (“Botched”), a série narra os angustiantes relatos dos pacientes que foram postos em risco pelo insidioso uso dos conhecimentos dos profissionais de medicina.

Contado a partir da perspetiva das vítimas, das famílias, dos colegas e das autoridades policiais, cada episodio propõe uma visão ao interior da mente de assassinos que perderam de vista o seu juramento médico e usam a sua prática para o mal: deixando pacientes doentes, feridos, ou mesmo mortos. A série conta ainda como as autoridades conseguiram, finalmente, travar a negligência médica destes profissionais, colocando um ponto final na loucura.

O episódio de estreia, “Licença Para Matar: Complexo de Deus Fatal”, passa-se em Dallas, no complexo de Deus de um cirurgião especializado em assuntos relativos à coluna vertebral que coloca os pacientes em risco. Cabe ao pessoal médico residente fazer uma denúncia antes que mais pessoas inocentes se tornem vítimas.

Segue-se às 23:30h, “Licença Para Matar: Morrer por uma Cura”, em que pacientes, depois de receberem um diagnóstico de cancro terminal, as famílias recorrem a um médico que oferece esperança e uma cura pouco ortodoxa. No entanto, rapidamente percebem que o médico em que confiaram pode na verdade ter sido responsável pelo declínio do seu ente querido.

Artigos relacionados