“Da Eternidade” na abertura da retrospetiva Roy Andersson na Cinemateca

Retrospetiva Roy Andersson abre com o filme Da Eternidade

Entre os dias 1 e 9 de outubro, a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, em parceria com a Alambique, dá a descobrir o universo do realizador sueco Roy Andersson, na retrospectiva praticamente integral “Vocês, que Vivem – Os Filmes de Roy Andersson“, com a projecção de seis longas-metragens e uma sessão de cinco curtas-metragens do cineasta.

Antecedendo a estreia nas salas portuguesas de cinema, marcada para 15 de outubro, é exibido na abertura, em antestreia nacional, às 21:30h, “Da Eternidade” (Om Det Oändliga), o mais recente trabalho do cineasta sueco com o qual venceu o Leão de Prata de Melhor Realizador no Festival de Veneza 2019.

No filme, Roy Andersson continua a sua exploração da existência humana com uma reflexão sobre a vida, a sua beleza e crueldade, o seu esplendor e a sua banalidade, convidando o espectador a deambular em vários quadros, como que num sonho. Simultaneamente uma ode e um lamento, o filme apresenta-nos um caleidoscópio de tudo o que é eternamente humano, uma história infinita da vulnerabilidade da existência.

Nascido em 1943, Andersson realizou a sua primeira longa-metragem em 1970, “Uma História De Amor Sueca”, que se tornou num enorme sucesso. No entanto, o fracasso comercial e crítico de “Giliap”, o seu segundo filme, ditou o seu afastamento voluntário do cinema, período em que começou uma carreira pioneira como realizador publicitário. Em 2000, iniciou a Trilogia dos Vivos, com “Canções Do Segundo Andar”, “Tu, Que Vives” (2007) e “Um Pombo Pousou Num Ramo A Reflectir Na Existência“, o último capítulo da trilogia, que levou 15 anos a fazer.

Todos os filme serão projetados na sala M. Félix Ribeiro. Confira o programa completo da retrospectiva:

Quinta-feira, 1 de outubro
21:30h – “Da Eternidade” (78m)

Sexta-feira, 2 de outubro
21:30h – “Uma História de Amor” (115m)

Sábado, 3 de outubro
21:30h – “Giliap” (137m)

Terça-feira, 6 de outubro
15:30h – “Uma História de Amor” (115m)

Quarta-feira, 7 de outubro
21:30h – Curtas-metragens de Roy Andersson (112m)

Quinta-feira, 8 de outubro
15:30h – “Canções Do Segundo Andar” (98m)
21:30h – “Tu, Que Vives” (95m)

Sexta-feira, 9 de outubro
22:00h – “Um Pombo Pousou Num Ramo A Reflectir Na Existência” (101m)

Toda a informação sobre os filmes da retrospectiva podem ser consultada no site da Cinemateca.

Artigos relacionados