Dados do ICA revelam que portugueses fugiram dos cinemas devido ao COVID-19

Portugueses fugiram dos cinemas devido ao Covid-19

Como se sabe, os exibidores nacionais tomaram medidas de prevenção para os cinemas portugueses com base no Plano de Contingência e a informação fornecida pela Direção-Geral da Saúde (DGS), pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo de Doenças (ECDC) e pelo Governo Português, com o reforço da limpeza e higienização, bem como a redução da capacidade das salas em 50%, com o objetivo de minimizar o impacto da pandemia causada pelo coronavírus (COVID-19).

Mas os dados agora divulgados pelo ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual, revelam que os espectadores portugueses decidiram protegerem-se do vírus e deixaram de ir ao cinema, muito antes do anúncio do encerramento das salas da Castello Lopes, Ideal, Nimas, Cinema da Villa e Trindade, uma medida que a NOS Cinema vai por em prática a partir desta segunda-feira, 16 de março.

Na publicação semanal disponibilizada pelo ICA, o balanço do último fim de semana apresenta números desoladores para os exibidores portugueses, com uma redução descomunal de receitas e público. No período entre quinta-feira (12) e domingo (15), o Top 40 dos filmes mais vistos em Portugal teve apenas 8.322 espectadores, registando uma quebra de 93,5% em relação à semana anterior, também já afetada com o coronavírus.

Um dos grandes afetados foi “Bloodshot“, com Vin Diesel, que apesar de lidera o Top, foi visto apenas por 2.357 espectadores, nada comparado com os 19.037 que viram as sessões de antestreia na semana anterior. Na segunda posição aparece “O Caminho de Volta“, com Ben Affleck,com 983 espectadores, seguido por “The Gentlemen – Senhores do Crime“, visto por 675 espectadores.

Este foi o pior registo de afluência de público num fim de semana aos cinemas em Portugal desde que o ICA contabiliza os dados (2003). O pior fim de semana até então registado ocorreu de 21 a 24 de junho de 2012, quando os filmes que constavam do Top 40 contabilizaram 82.428 espectadores.

Com este cenário e com o anunciado encerramento das salas de cinema, tudo indica que os valores totais da semana, disponibilizados semanalmente pelo ICA às quinta-feiras, terão certamente os resultados mais baixos de sempre.

Artigos relacionados