David Ayer em negociações para dirigir um remake do filme “Doze Indomáveis Patifes”

David Ayer em negociações para dirigir um remake do filme Doze Indomáveis Patifes

Conhecido pelos filmes “Fúria” e “Esquadrão Suicida“, David Ayer pode ter encontrado o seu próximo projeto. Segundo o The Hollywood Reporter o cineasta está em negociações com a Warner Bros. Pictures para escrever e dirigir um remake do clássico filme de guerra “Doze Indomáveis Patifes” (The Dirty Dozen).

Dirigido por Robert Aldrich, o filme original, lançado em 1967, apresentou uma equipa de criminosos condenados que foram recrutados por Sam Woren (Ernest Borgnine), um oficial do exército, para atravessar as linhas inimigas durante a Segunda Guerra Mundial e assassinar oficiais nazis, em troca da sua liberdade.

O filme, que na época causou alguma sensação devido à sua violência, reuniu um elenco de luxo, incluindo, além de Borgnine, Lee Marvin, Charles Bronson, Jim Brown, Telly Savalas, Robert Webber, Donald Sutherland e John Cassavetes, que conquistou o Óscar de Melhor Ator Secundário.

Ayer já temem pós-produção o thriller criminal “The Tax Collector”, protagonizado por Shia LaBeouf, e está anunciado para dirigir a sequela de “Bright”, um original da Netflix, que voltará a contar com Will Smith e Joel Edgerton nos papéis principais.

Artigos relacionados