“Deserto Particular”: Filme de Aly Muritiba na corrida aos Óscares pelo Brasil

Filme Deserto Particular representa o Brasil nos Óscares

A Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais anunciou nesta sexta-feira (15) que o filme “Deserto Particular“, do realizador Aly Muritiba (Ferrugem), será o candidato do Brasil a uma nomeação na categoria de Melhor Filme Internacional da 94ª edição dos Óscares.

A coprodução entre as brasileiras Grafo e Muritiba, e a portuguesa Fado Filmes, saiu de um lote de 15 filmes pré-selecionados e escolhida por um comité de seleção, composto por profissionais do audiovisual indicados pela Academia Brasileira.

O filme, protagonizado por Antonio Saboia (Bacurau), retrata a história de Daniel, um policia exemplar que comete um erro e é afastado de sua função, colocando a sua carreira e honra em risco. A sua única alegria é Sara, moradora no sertão da Bahia, com quem se relaciona virtualmente. Não vendo mais sentido em continuar a viver em Curitiba, Daniel parte em busca de Sara após o seu desaparecimento.

Coescrito por Muritiba e Henrique Dos Santos, “Deserto Particular” foi exibido na Mostra Venice Days, no Festival de Veneza 2021, onde foi ovacionado e recebeu o prémio do público da mostra paralela. O elenco do filme conta ainda com Pedro Fasanaro, Thomás Aquino, Cynthia Senek e Laila Garin.

“Foi uma escolha difícil. Ficamos entre alguns filmes, considerando cinematografia e temas. Por fim, chegamos a um consenso. É sempre uma escolha difícil para quem representa o Brasil pelo mundo. Tivemos excelentes filmes inscritos, com uma representação muito diversa da cinematografia brasileira, de diferentes estados, e todos eles muito engajados. ‘Deserto Particular’ traz um tema muito importante: como o amor pode ser um agente de transformação. É disso que o mundo precisa hoje”, disse o produtor e realizador Leonardo Edde, que presidiu ao comité de seleção.

VEJA A LISTA DOS FILMES JÁ SUBMETIDOS AO ÓSCAR DE MELHOR FILME INTERNACIONAL

Para cumprir as regras de elegibilidade ao Óscar, o filme terá de estrear nos cinemas brasileiros até ao dia 31 de dezembro e manter-se em sala durante pelo menos uma semana. “Deserto Particular” vai marcar presença na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que começa no dia 21 de outubro, e tem estreia prevista no Brasil para o dia 25 de novembro.

Dos anteriores filmes submetidos pela Academia Brasileira, apenas quatro conseguiram a ambicionada nomeação. A última aconteceu em 1999, na 71ª edição, com o filme “Central do Brasil”, de Walter Salles, que também foi nomeado na categoria de Melhor Atriz pela interpretação de Fernanda Montenegro.

Artigos relacionados