Discovery dá a conhecer os maiores rios do mundo com o biólogo Jeremy Wade

Discovery estreia Grandes Rios com Jeremy Wade

A partir desta segunda-feira, 12 de outubro, às 21:00h, o canal Discovery Channel Portugal dá-lhe a conhecer os maiores rios do planeta numa série do biólogo Jeremy Wade, que nesta aventura irá observar paisagens e rios fabulosos, mas também um quadro misto de profunda preocupação e surpreendente esperança.

Com os majestosos gigantes de água doce da natureza a desaparecerem a um ritmo alarmante, Wade, conhecido por investigar histórias de peixes monstruosos e misteriosos em outros programas, parte numa aventura onde vai conhecer habitantes locais e pescadores, explorando os mistérios de alguns dos maiores rios da Terra, seja a fazer canoagem ou a escalar cascatas escorregadias.

Os rios têm sido uma fonte de vida durante milhares de anos, desde a pesca à irrigação, e preservá-los é a chave para a sobrevivência humana, o biólogo pretende entender como a exploração e a poluição estão a contribuir para a danificação dos rios que foram outrora a força vital das comunidades, seja como forma de trabalho seja para alimentar famílias.

Do Danúbio ao Ganges, do Yangtze ao Amazonas, Wade viaja pelo globo para aprender a história e os desafios que estas artérias vitais enfrentam. São cientistas, pescadores e pessoas cujas vidas dependem destes rios.

O Danúbio é sem dúvida um dos rios mais internacionais do mundo, tem uma rota comercial vital, contudo foi considerado um dos rios mais ameaçados da Terra, os peixes estão a desaparecer e Jeremy Wade quer investigar o porquê.

Yangtze é o terceiro maior rio do mundo e embora Jeremy nunca tenha estado na China, ouviu relatos recentes de pesca excessiva, da enorme poluição industrial e do risco de extinção do golfinho de água doce no Yangtze. A sua missão aqui é descobrir se o Yangtze ainda tem vida selvagem, ou está dominado pela poluição e pegada industrial deixada pelo Homem.

O rio Mississippi, que divide os EUA em duas partes, está aparentemente sob ameaça em muitas frentes. Porém, após encontrar cientistas, pescadores e líderes comunitários, percebe que já existe uma luta a ser travada para salvar este rio que tantos amam.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *