Doug Liman revelou o título da sequela de ‘No Limite do Amanhã’

O realizador Doug Liman (American Made: O Sonho Americano) revelou o título da continuação de ‘No Limite do Amanhã‘, filme de ficção científica de 2014, protagonizado por Tom Cruise (Jack Reacher: Nunca Voltes Atrás) e Emily Blunt (A Rapariga no Comboio), que também já estão confirmados, assim como, o argumentista Christopher McQuarrie (A Múmia).

‘Temos uma história incrível! Muito melhor que o primeiro filme, e eu, obviamente que o adorei. Irá chamar-se ‘Live Die Repeat and Repeat’. Cruise está animado com isto e Blunt também. A grande questão é quando faremos isto. Mas não é um se, é um quando”, disse o cineasta.

O filme original foi desenvolvido inicialmente com o título ‘All You Need Is Kill’, o mesmo nome do material de origem, o romance de Hiroshi Sakurazaka, em que o filme foi baseado e que, curiosamente, também teve uma continuação. Para lançamento nos cinemas, a Warner Bros. Pictures mudou o nome oficial do projeto para ‘Edge of Tomorrow’ e quando ficou disponível em VOD e Blu-Ray, ganhou outro título, ‘Live. Dead. Repeat’ (Vive. Morre. Repete). E pelos vistos, parece que Liman gostou mais deste último título.

A trama original revela um futuro próximo quando a Terra é invadida por uma impiedosa raça alienígena imbatível a qualquer unidade militar do planeta. O Major William Cage (Cruise) é um soldado inexperiente que nunca viveu um dia de combate. Quando, inesperadamente, é arrastado para a linha da frente, morre em escassos minutos mas entra inexplicavelmente numa repetição temporal que o força a reviver o brutal combate, lutando e morrendo vezes sem conta. Com isso, torna-se mais resistente e mais inteligente no combate, ao lado de Rita Vrataski (Blunt), uma guerreira das Forças Especiais.

Com título, realizador, argumentista e protagonistas confirmados, falta agora saber quando é que a produção irá arrancar, pois todos os nomes envolvidos estão amarrados a vários projetos, pelo que, poderão passar-se alguns anos até podermos ver nos cinemas ‘Vive. Morre. Repete e Repete’.

Artigos relacionados