Durou apenas uma temporada. Netflix cancela a série “Resident Evil”

Apesar do sucesso dos videojogos, a adaptação ao pequeno ecrã de “Resident Evil“, da Netflix, não continuará e foi cancelada após a primeira temporada, composta por oito episódios, que contou no elenco principal com Ella Balinska, Paola Núñez, Lance Reddick, Adeline Rudolph, entre outros.

A série estreou há pouco mais de um mês (14 de julho) e teve um começo forte, estreando em segundo lugar dos programas mais assistidos da Netflix, mas não conseguiu manter os espetadores interessados em assistir a mais episódios.

A resposta dos fãs e do público em geral foi extremamente negativa. Isso refletiu-se no agregador de críticas Rotten Tomatoes em que a série foi pontuada com 22%, e no Metacritic obteve uma classificação de 1,4. Além disso, os críticos também não tiveram uma impressão muito boa da série.

A história passa-se anos depois de surto viral mortal ter originado um apocalipse global, e segue Jade Wesker (Balinska) a lutar em duas frentes contra os responsáveis pela epidemia e os perigosos infetado, mas no geral, a narrativa não parecia estar à altura do legado da franquia de videojogos de terror de sobrevivência que foi lançada em 1996 e que continua até hoje a inspirar várias produções televisivas e cinematográficas.

Ao mesmo tempo, este poderá não ser o fim da franquia “Resident Evil” na Netflix. Apesar de não ainda não ter feito qualquer menção ao seu futuro, a gigante de streaming tem a série animada “Resident Evil: Infinite Darkness”, que estreou em 2021 e gira em torno de Claire e Leon enquanto lutam contra hordas de zombies no início dos anos 2000.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados