Emma Stone chegou a acordo com a Disney e vai protagonizar a sequela de “Cruela”

Emma Stone na sequela de Cruella

Depois de algumas críticas ao modelo de lançamento simultâneo no Disney+ e nos cinemas, a Disney chegou a acordo com Emma Stone para voltar a protagonizar a sequela de “Cruella“, na qual repetirá o papel da mítica vilã Cruella de Vil, a personagem malvada dos 101 Dálmatas.

Segundo o Deadline, o acordo beneficia mutuamente ambos os lados, especialmente num momento em que o estúdio ainda está a avaliar o modelo de distribuição dos suas futuras produções.

Patrick Whitesell, presidente executivo da agência de talentos Endeavor, que representa Stone, referiu que espera que este acordo seja uma nova era de parceria entre atores e as grandes plataformas:

“Embora o cenário dos média tenha sido alterado de forma significativa para todos os distribuidores, os seus parceiros criativos não podem ser deixados à margem e criar uma quantidade desproporcional de desvantagens sem potencial de crescimento. Este acordo demonstra que pode haver um caminho justo que proteja os artistas e alinhe os interesses dos estúdios com o talento. Temos orgulho em trabalhar ao lado de Emma e Disney, e agradecemos a disposição do estúdio em reconhecer as suas contribuições como parceira criativa. Esperamos que isso abra as portas para que mais membros da comunidade criativa participem no sucesso de novas plataformas.”

A notícia surge algumas semanas depois de terem circulado rumores de que Stone também estava a ponderar processar a Disney, seguindo os passos de Scarlett Johansson (Viúva Negra), devido à quebra de contrato.

O lançamento de “Cruella 2” ainda é uma miragem, e ainda não está claro neste momento se o filme será um lançamento puramente cinematográfico ou seguirá o modelo do seu antecessor. Certo é que, para além da protagonista, também está confirmado o regresso do realizador Craig Gillespie, que voltará a trabalhar num guião escrito por Tony McNamara.

Artigos relacionados