“Especial Clássicos: John Wayne”: Aos sábados no TVCine Edition

TVCine Edition estreia Especial Clássicos: John Wayne

“Quero representar um homem de verdade em todos os meus filmes, e defino a masculinidade de forma simples: os homens devem ser duros, justos e corajosos, nunca mesquinhos, nunca procurando uma luta, mas também nunca recuando face a uma”, é uma das frases proferidas por Marion Mitchell Morrison, conhecido internacionalmente por John Wayne, o maior cowboy da história do cinema americano.

E neste mês de novembro, aos sábados, os Canais TVCine revisitam quatro filmes marcantes da sua filmografia tardia: “Hatari” (1962), “A Taberna do Irlandês” (1963), “McLintock, o Magnífico” (1963) e “Rio Lobo” (1970). Uma oportunidade para rever grandes clássicos do cinema, incluindo as suas últimas colaborações com John Ford e Howard Hawks, no “Especial Clássicos: John Wayne“, a não perder dias 6, 13, 20 e 27 de novembro, sempre às 22:00h, no TVCine Edition.

Um dos atores mais populares da história do cinema, John Wayne (1907-1979) mudou para sempre a imagem que temos dos cowboys, e, pelo caminho, tornou-se um ícone da cultura norte-americana, criando o seu próprio mito ao longo de mais de 50 anos de carreira.

Assista ao vídeo promocional do “Especial Clássicos: John Wayne” e conheça melhor os filmes que fazem parte da programação:

6 de novembro – “Hatari”, de Howard Hawks

Hatari! significa ‘Perigo’ em suaíli e conta a história de um grupo que arrisca a vida nas selvas africanas para capturar vivas as mais variadas feras. Sean Mercer (John Wayne) lidera o grupo de caçadores ao serviço dos principais jardins zoológicos, ávidos por novas atrações. A sua missão é complicada pela chegada da bela e jovem fotógrafa Dallas (Elsa Martinelli), que vem documentar a operação e captar imagens exclusivas da caçada.

13 de novembro – “A Taberna do Irlandês”, de John Ford

Numa sociedade ideal numa pitoresca ilha da Polinésia Francesa, pessoas de várias raças e origens vivem juntas em harmonia. John Wayne é um herói da Segunda Guerra Mundial que trabalhou arduamente para possuir uma companhia de navegação e que encontra o seu verdadeiro amor, uma mulher tão forte quanto ele. O último filme da lendária parceria entre Ford e Wayne, e uma das raras e memoráveis interpretações do ator em registo de comédia.

20 de novembro – “McLintock, o Magnífico”, de Victor McLaglen

O poderoso cowboy George Washington McLintock (John Wayne), um abastado self-made man, é forçado a lidar com numerosos problemas pessoais e profissionais. Parece que todos querem uma parte da sua enorme quinta, incluindo o governo, os seus próprios filhos e os nativos das redondezas. Enquanto McLintock tenta lidar com os seus vários adversários, a sua esposa (Maureen O’Hara), que o deixou dois anos antes, regressa subitamente. O seu pedido: a custódia da filha de ambos.

27 de novembro – “Rio Lobo”, de Howard Hawks

Após a Guerra Civil, o Coronel Cord McNally (John Wayne) procura o inimigo cuja traição causou a derrota da sua unidade na guerra e a perda de um amigo próximo. Juntando-se a um par de ex-Confederados entretanto tornados amigos, viaja rumo a Rio Lobo, uma cidade no meio do deserto vencida pela corrupção e repleta de assassinos. Poderá McNally vingar o seu irmão de armas e fazer justiça em Rio Lobo? Último filme de Howard Hawks, Rio Lobo termina uma trilogia de westerns protagonizada por Wayne, assinada por Hawks e escrita por Leigh Brackett que inclui ainda Rio Bravo e El Dorado.

Artigos relacionados