Especial de agosto do Canal Hollywood presta homenagem a Clint Eastwood

Durante este mês de agosto, o Canal Hollywood presta homenagem a Clint Eastwood, uma das figuras mais prestigiadas da área cinematográfica, com um especial composto por três dos seus filmes mais recentes como realizador, para ver nas noites de domingo, às 22:00h, a partir de 7 de agosto.

O especial arranca com “Correio de Droga“, um filme dramático produzido, realizado e protagonizado por Eastwood, que tem por base uma história verídica relatada no artigo “The Sinaloa Cartel’s 90-Year-Old Drug Mule”, publicado no “The New York Times”, em que interpreta Earl Stone, um veterano da Guerra da Coreia. Afundado numa grave crise financeira, aceita atravessar o estado do Michigan a mando de um perigoso grupo de narcotraficantes, com o equivalente a três milhões de dólares em cocaína.

Apesar do risco, o facto de ter 90 anos, aliado a um registo criminal imaculado, torna-o quase insuspeito aos olhos das autoridades. Mas tudo se complica quando ele se vê na mira de Colin Bates, um detective da DEA, a agência norte-americana antinarcóticos. O elenco reúne nomes como Bradley Cooper, Laurence Fishburne, Dianne Wiest e Andy García.

Segue-se no domingo seguinte (14) o thriller de ação “15:17 Destino Paris“, um filme que retrata a história de três homens que se transformaram em heróis com um ato de coragem: no dia 21 de Agosto de 2015, o mundo assistiu em silêncio enquanto os media relatavam um ataque terrorista frustrado, num comboio com destino a Paris.

A viagem decorreu normalmente até surgir um homem armado com uma metralhadora kalashnikov. Entre os ocupantes, viajavam três norte-americanos: o estudante Anthony Sadler; Alek Skarlatos, acabado de regressar do Afeganistão pela Guarda Nacional; e Spencer Stone, da Força Aérea norte-americana que, aproveitando o momento em que o indivíduo tenta desencravar a arma, acabam por imobilizá-lo.

O atacante, veio a saber-se mais tarde, era o marroquino Ayoub El Kahzzani, cujas ligações a movimentos extremistas o fizeram estar nas listas das várias agências secretas europeias. Por este gesto, os três homens – assim como o britânico Chris Norman, de 62 anos, que também ajudou a deter o criminoso – foram distinguidos com a medalha da Legião de Honra, a mais alta distinção em França, e tidos como heróis nacionais no seu país.

A encerrar este especial, no dia 21 de agosto, o canal exibe o drama biográfico “O Caso de Richard Jewell“, em que Eastwood adapta ao grande ecrã a história verídica do segurança Richard Jewell, que em 1996, durante os Jogos Olímpicos de Verão em Atlanta (Geórgia, EUA), encontrou uma bomba e fez com que o Centennial Olympic Park fosse evacuado.

Primeiro foi aclamado como um herói, mas depois, tanto no seio das autoridades quanto da imprensa e da opinião pública, foi falsamente acusado de ter sido ele próprio a colocar a bomba. Paul Walter Hauser lidera o elenco que inclui também Sam Rockwell, Kathy Bates, Jon Hamm e Olivia Wilde.

Artigos relacionados