“Especial Documentários: Recordações em Português”: Às sextas-feiras no TVCine Edition

Especial Documentários Recordações em Português no TVCine Edition

O cinema português é a aposta dos Canais TVCine para as noites de sexta-feira deste mês de novembro, com a exibição de quatro documentários unidos por um tema comum: a memória.

Nos dias 5, 12, 19 e 26 de novembro, às 22:00h, o TVCine Edition exibe o “Especial Documentários: Recordações em Português”, que inclui os filmes “A Minha Avó Trelotótó“, de Catarina Ruivo, “Sério Fernandes – O Mestre da Escola do Porto“, de Rui Garrido, “1960“, de Rodrigo Areias, e “Yama No Anata – Para Além das Montanhas“, de Aya Koretzky.

Assista ao vídeo promocional e conheça um pouco mais os documentários que fazem parte da programação:

5 novembro – “A Minha Avó Trelotótó”

Nas palavras da realizadora Catarina Ruivo,“a minha avó tinha uma força e um amor à vida tão grandes, que me fez acreditar que alguns de nós conseguiam escapar à morte e tornarem-se imortais. Quando ela morreu, com 92 anos, a sua morte foi para mim uma surpresa para a qual não me tinha preparado. O cinema tem o imenso poder de criar a ilusão de vida e de a guardar. Este filme é a minha tentativa de resgatar a minha avó à morte. Não é um documentário sobre a minha avó mas um filme com a minha avó. Quis filmar um fantasma para depois o devolver ao reino dos vivos, como Orfeu tentou com Eurídice. É um percurso de ressurreição. É a minha forma de lhe dar a imortalidade, que julgo sua por direito.”

12 novembro – “Sério Fernandes – O Mestre da Escola do Porto”

Há 40 anos, Sério Fernandes era realizador de anúncios televisivos e dono de uma das mais bem-sucedidas empresas de publicidade em Portugal. É então que decide abandonar tudo para se focar nos seus próprios filmes. Hoje, Sério Fernandes é conhecido como o mestre da escola do Porto. Um documentário de Rui Garrido.

19 novembro – “1960”

1960 é um home movie em registo de diário de viagem em Super 8 que pretende, através da arquitetura e a partir do “Diário de Bordo” de Fernando Távora, revisitar a viagem pelo mundo que o Arquiteto concretizou em 1960. Manifestando a vontade do realizador Rodrigo Areias de “pensar a arquitetura num contexto global”, 1960 foi apresentado na 37.ª Mostra de Cinema de São Paulo, Brasil, e no DocLisboa 2013, recebendo o prémio de Melhor Filme na 17.ª edição Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira.

26 novembro – “Yama No Anata – Para Além das Montanhas”

“Submerjo nas paisagens do Mondego para onde vim morar com os meus pais em criança, deixando para trás Tóquio, a cidade onde nasci. Através da leitura de cartas que troquei com os amigos e a família que permaneceram no país, reflito sobre a nossa vinda para Portugal e relembro o passado na tentativa de reter a memória efémera, numa viagem com os espíritos que permanecem comigo.” Assim descreve Aya Koretzky o seu documentário Yama No Anata – Para Além das Montanhas, vencedor do prémio para Melhor Média ou Curta-Metragem na competição portuguesa da 9.ª edição do DocLisboa.

Artigos relacionados