“Especial IndieLisboa”: 26 a 29 de abril no TVCine Edition

Especial IndieLisboa no TVCine Edition

Adiado devido as restrições em vigor impostas pela pandemia, a 18ª edição do IndieLisboa realiza-se este ano de 21 de agosto e 6 de setembro, marcando o regresso aos habituais espaços de Lisboa: Cinema São Jorge, Culturgest, Cinema Ideal e Cinemateca Portuguesa, para mostrar o melhor do cinema emergente.

Para assinalar a data em que o Festival tradicionalmente se realiza, os Canais TVCine, parceiros de longa data do evento, juntam-se à sua causa e levam a casa dos portugueses o melhor da última edição, com o “Especial IndieLisboa“, a partir desta segunda-feira (26 de abril) e até quinta-feira (29), sempre às 22:00h, no TVCine Edition.

Funcionando como um warm up para o acontecimento mais aguardado do ano pelos fãs de cinema independente, o especial é composto por quatro filmes:

Segunda-feira, 26 de abril – “Victoria (2020)

No deserto de Mojave jaz a cidade inacabada de California. O trio de realizadoras belgas segue alguns destes novos pioneiros que procuram novos começos, relatando as suas experiências, dando nomes às ruas, fazendo a pé longas viagens de exploração do espaço. Com realização de Sofie Benoot, Liesbeth Ceulaer e Isabelle Tollenaere.

Terça-feira, 27 de abril – “Todos Os Mortos”

São Paulo, 1899, onze anos após a abolição da escravatura. As mulheres da família Soares não abrem mão do que resta dos seus privilégios. Já Iná Nascimento, mulher que viveu por muito tempo como escrava, batalha para reunir a sua família… Um filme de Marco Dutra e Caetano Gotardo com Mawusi Tulani, Leonor Silveira, Clarisse Kiste, Carolina Bianchi e Thaia Perez.

Quarta-feira, 28 de abril – “Breve Miragem de Sol”

Para poder voltar a ver o filho, Paulo começa a trabalhar como taxista nas noites do Rio de Janeiro. Pelas janelas do carro e pelas histórias dos seus passageiros, começa a viagem e a autópsia a uma cidade, onde o sol já só chega por miragem. Realizado por Eryk Rocha, o filme conta Fabrício Boliveira, Bárbara Colen e Cadu N. Jay.

Quinta-feira, 29 de abril – “A Febre”

Justino é um homem de meia idade, viúvo, de origem indígena que trabalha no porto de Manaus. Quando a sua filha o informa que quer ir estudar enfermagem para a cidade de Brasília, este vê-se acometido de uma estranha febre…Com realização de e interpretações de Maya Da-Rin, Regis Myrupu, Rosa Peixoto, Jonathan Sodré, Kaisaro Jussara Brito e Edmildo Vaz Pimentel.

Artigos relacionados