Festa do Cinema Francês está de regresso no ano em que celebra o 20.º aniversário

Festa do Cinema Frances 2019

Está de regresso mais uma edição da Festa do Cinema Francês, uma iniciativa organizada pela Embaixada de França, o Institut Français du Portugal e a Serena Productions, em parceria com a rede das Alliances Françaises e UniFrance Films.

Esta edição comemorativa do 20.º aniversário abre amanhã, dia 3 de outubro, em Lisboa, no Cinema são Jorge e na Cinemateca, percorrendo depois, até 8 de novembro, outras cidades portuguesas: Setúbal (4 a 7 de outubro), Almada (9 a 13 de outubro), Coimbra (15 a 19 de outubro), Porto (22 a 27 de outubro), Leiria (30 de outubro a 3 de novembro), Portimão (5 a 7 de novembro) e Beja (5 a 8 de novembro).

Um dos destaques deste ano é a homenagem à realizadora Agnès Varda, que morreu no passado mês de março, com a exibição de alguns dos seus filmes, incluindo o seu último trabalho, “Varda por Agnès“, em antestreia nacional, que contará com a presença da filha e produtora Rosalie Varda.

Na programação também consta uma retrospectiva sobre o ator francês Jean-Louis Trintignant, de 88 anos, que foi convidado e estará presente no dia 12, na Cinemateca, para apresentar o seu último filme, “Les Plus Belles Années d’une Vie”, de Claude Lelouch.

Em antestreia, a Festa do Cinema Francês, oferece a oportunidade de “descobrir a vitalidade e a diversidade das mais recentes produções cinematográficas francesas nos seus diferentes géneros”, através de uma seleção de 22 filmes, que inclui, entre outros, “Fahim“, de Pierre-François Martin-Laval, “Na Praça Pública“, de Agnès Jaoui e “Especiais“, de Olivier Nakache e Éric Toledano.

A abertura desta edição está a cargo de “Amor à Segunda Vista“, com a presença do realizador Hugo Gélin e da actriz Joséphine Japy, que fazem parte da lista de convidados, onde também constam os nomes de Anne Fontaine, que apresentará “Branca Como Neve“, Nicolas Pariser que nos traz “Alice e o Presidente“, Nicolas Bedos com “A Belle Époque” e Mia Hansen-Løve com “Maya“, filmes que serão todos apresentados em antrestreia nacional.

Como já é habitual, a “Festa” vai apresentar quatro filmes que foram exibidos em paralelo ao Festival de Cannes, no ciclo dedicado à ACID (Associação do Cinema Independente para a sua Difusão), organização que programa aquela secção no eventos francês, promovendo uma série de encontros entre os realizadores e os estudantes das escolas de cinema.

De salientar ainda o Focus Portugal-França, uma secção que nasceu da grande amizade e cooperação entre os dois países, com uma seleção de curtas-metragens filmadas e produzidas por portugueses e franceses, assim como, um espaço dedicado às crianças, família e escolas, com uma secção composta por filmes de animação.

Nesta simbólica edição, que privilegia o encontro entre as culturas francesa e portuguesa, a organização vai exibir alguns dos filmes mais significativos que apresentaram ao longo de todos estes anos, na secção “20 Anos de Festa”, que inclui títulos como “Mustang“, de Deniz Gamze Ergüven, “Grand Central“, de Rebecca Zlotowski, ou “Sade”, de Benoît Jacquot.

Para obter mais informações, consulte o site oficial da Festa do Cinema Francês.

Artigos relacionados