FESTin regressa em dezembro com cerca de 40 filmes de países da CPLP

Já foram anunciados os filmes selecionados para a 13ª edição do FESTin – Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, um evento que vai decorrer entre os dias 9 e 14 de dezembro e já faz parte da programação cinematográfica de Lisboa, percorrendo quatro espaços da capital: Cinema São Jorge, Museu das Comunicações, Liceu Camões e Espaço Talante.

Além dos quatro locais de exibição, a cidade do Porto voltará a receber uma mostra itinerante com o nome Ciclo Amazónia, com um programa que inclui três longas-metragens documentais brasileiras, que serão exibidas na Casa Comum da Universidade do Porto.

Nesta edição serão exibidas quase 40 filmes de Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe e Angola, muitos deles repartidos pelas habituais secções competitivas de ficção, documentário e curtas-metragens. Os júris conferem aos vencedores o Prémio Pessoa, além de menções honrosas nas categorias: Melhor Longa-Metragem (Ficção), Melhor Realizador (Ficção), Melhor Ator (Ficção), Melhor Actriz (Ficção), Melhor Documentário e Melhor Curta-Metragem

Filme “Já Nada Sei”

“As obras exibidas pelo FESTin têm, como requisito fundamental, de ser faladas em língua portuguesa. Nosso princípio é divulgar e mostrar a beleza da língua”, afirma Léa Teixeira, diretora do festival, que este ano homenageia o Centenário do escritor português José Saramago e o Bicentenário da Independência do Brasil.

Da programação também faz parte a tradicional Mostra Cinema Brasileiro, que decorre desde o primeiro ano do FESTin, bem como o FESTinha, que leva crianças de 5 a 10 anos a assistirem a cinco filmes, na sala Átrio do Museu das Comunicações, nos dias 12, 13 e 14. Ao final da sessão, as crianças elegem com votação em papel o filme de que mais gostaram. E o vencedor recebe o Prémio Pessoa de Melhor Filme Infantil. O festival ainda terá uma sessão especial do documentário “Olha Pra Elas”, de Tatiana Sager e Renato Dornelles, que aborda as prisões do Brasil sob a ótica feminina.

Consulte a programação completa no site oficial do FESTin  e conheça já os filmes selecionados para as secções competitivas.

COMPETIÇÃO DE FICÇÃO
– “Já Nada Sei”, de Luís Diogo (Portugal)
– “Ludvania”, de João Afonso Pedro (Angola)
– “O Segundo Homem”, de Thiago Luciano (Brasil)
– “Sol”, de Lô Politi (Brasil)
– “Ursa”, de William de Oliveira (Brasil)
– “Vermelho Monet”, de Halder Gomes (Brasil)

COMPETIÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS
– “Através dos Seus Olhos”, de Sonia Guggisberg (Brasil)
– “Belchior – Apenas um Coração Selvagem”, de Natália Dias e Camilo Cavalcanti (Brasil)
– “No Canto Rosa”, de Cláudia Rita Oliveira (Portugal)
– “Os Ossos da Saudade”, de Marcos Pimentel (Brasil)
– “O Voo da Borboleta Amarela – Rubem Braga, o Cronista do Brasil”, de Jorge Oliveira (Brasil)

COMPETIÇÃO DE CURTAS-METRAGENS
– “Boca Cava Terra”, de Luis Campos (Portugal)
– “Cereais”, de Filipe Anjos e Henrique Sungo (São Tomé e Príncipe)
– “Dessa Água Não Beberei”, de Pedro Caldeira e Paulo Graça (Portugal)
– “Eddy”, de João Brás (Portugal)
– “Elo”, de Edgar Claudio (Angola)
– “Nada nas Mãos”, de Paolo Marinou-Blanco (Portugal)
– “Sobre Elas”, de Bruna Arcangelo (Brasil)
– “Tchau Tchau”, de Cristèle Alves Meira (Portugal/França)
– “Um Sopro no Quintal”, de Gretel Marin (Angola)

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados