“Firestarter”: Fatih Akin vai dirigir uma nova versão adaptada do romance de Stephen King

Fatih Akin vai dirigir nova versão de Firestarter

Em desenvolvimento há algum tempo, a Universal Pictures anunciou a contratação do realizador Fatih Akin para comandar as filmagens de “Firestarter”, mais uma adaptação do clássico thriller de ficção científica de Stephen King, que foi traduzido em língua portuguesa com o título “A Incendiária”.

O projeto foi anunciado em abril de 2017 por Jason Blum, executivo da Blumhouse Productions, dando conta que Akiva Goldsman seria o realizador e o responsável por escrever a nova versão. Quer a Blumhouse, quer Goldsman continuam ligados ao filme, mas algumas partes do guião inicial serão reescritas por Scott Teems.

O livro foi adaptado pela primeira vez em 1984 por Mark L. Lester, com protagonismo de uma então jovem Drew Barrymore (Já Sinto a Tua Falta). Na trama original, a atriz interpretou Charlene ‘Charlie’ McGee, uma adolescente dotada de uma grande beleza, mas também do terrível poder de incendiar qualquer coisa e qualquer pessoa com a sua mente, que foi raptada por uma organização tão ambiciosa como criminosa, que decidiu reavivar na jovem o seu terrível poder incendiário com um tenebroso objectivo de destruição.

Após o sucesso do “It” da New Line, os estúdios estão a acelerar os processos de desenvolvimentos das obras de King. Com a sequela de “It” em andamento, a Paramount Pictures tem em produção o remake de “Cemitério Vivo”, a Warner Bros. Pictures tem Ewan McGregor como protagonista de “Doutor Sono” e a 20th Century Fox anunciou a adaptação da história curta “The Boogeyman”.

Akin venceu este ano o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro pelo drama criminal “Uma Mulher Não Chora” (In The Fade) e brevemente começará a filmar “The Golden Glove”, ainda sem previsão de estreia nos cinemas.

Artigos relacionados