“Flee – A Fuga”: Conheça o documentário animado que fez história nos Óscares

Flee – A Fuga“, documentário dinamarquês de animação do realizador Jonas Poher Rasmussen, fez história nas nomeações aos Óscares, tornando-se na primeira longa-metragem a ser nomeado nas categorias de Melhor Documentário, Melhor Filme de Animação e Melhor Filme Internacional.

O docudrama usa animação para reconstruir a história de vida de um refugiado afegão que utiliza o psudónimo Amin Nawabi, um adolescente que que chegou sozinho à Dinamarca, vindo do Afeganistão. Hoje, com 36 anos, é um académico de sucesso e está noivo do seu namorado de longa data. Mas esconde um segredo doloroso há mais de 20 anos, que começa a ameaçar arruinar a vida que construiu para si.

Amin, pela primeira vez, partilha a sua história com Rasmussen – seu amigo íntimo e colega de escola, num documentário feito na primeira pessoa em jeito de entrevista, que empurra os limites do género retratando a experiência de um refugiado através de uma animação, para apresentar um livro de memórias comoventes, com uma história inesquecível de autodescoberta que mostra como só confrontando o passado é possível construir um futuro.

Mas foram precisos muitos anos para a história ser contada. Depois de ter sido marginalizado por ser gay e refugiado, Amin não se sentia preparado para contar as suas experiências, depois de uma infância definida por períodos de espera, esperança e fuga, com muita dor e desgosto ainda alojados, além de temer tanto pela sua própria segurança, como da sua família.

Durante um workshop de animação de documentários em 2013, Rasmussen percebeu como poderia ajudar Amin a contar a sua história de uma maneira segura. Ao utilizar este formato único, Amin podia abrir-se sobre o seu passado e partilhar os segredos que o estavam a assombrar e a afectar a relação com o seu futuro marido, trazendo-lhe a paz que precisava e a força para deixar o passado para trás.

O filme estreou-se no Festival de Sundance em janeiro de 2021, onde conquistou o Grande Prémio do Júri na secção Cinema Mundial – Documentário. Desde então, o filme foi exibido em vários festivais internacionais de cinema, recebendo dezenas de prémios, incluindo o prémio Cristal do Festival de Animação de Annecy. Recentemente recebeu duas nomeações para os BAFTA, os prémios do cinema britânico.

“Flee – A Fuga” concorre ao Óscar de Melhor Filme de Animação com o grande favorito “Encanto”, “Raya e o Último Dragão”, Luca”” e “Os Mitchell Contra as Máquinas”. Ao oferecer uma visão crua e brutal da realidade dos refugiados, quebra o padrão tradicional de filmes familiares, o que poderá atrair a atenção dos membros da Academia e gerar aquilo que muitos podem considerar uma das surpresas da noite.

Distribuido pela Films4You, “Flee – A Fuga” está previsto chegar às salas de cinema nacionais no dia 7 de abril. Até lá, fique com o trailer legendado.

Artigos relacionados