Francis Lawrence vai dirigir a adaptação do romance de ficção científica “Vulcan’s Hammer”

Francis Lawrence vai dirigir o filme Vulcan's Hammer

Há mais uma obra literária do escritor Philip K. Dick a caminho do grande ecrã. Segundo o The Hollywood Reporter, o romance de ficção científica “Vulcan’s Hammer“, publicado originalmente em setembro de 1960, vai servir de inspiração para uma nova produção cinematográfica.

De acordo com a notícia do THR, a New Republic Pictures, a produtora de Brian Oliver e Bradley Fischer, o cineasta Francis Lawrence e a sua companhia About: blank, e a Electric Shepherd Productions, uniram-se para desenvolverem a adaptação, um projeto que será dirigido por Lawrence.

A história de “Vulcan’s Hammer” passa-se após uma devastadora guerra mundial, quando as 70 nações da Terra formam o Unity Party e cedem a governação global ao sistema Vulcan AI, que dita algoritmicamente as políticas para a Unity executar. No entanto, depois que o Vulcan é atacado e um agente especial é assassinado, o diretor da Unity, William Barris, é chamado para desvendar o mistério e descobrir quem, ou o quê, deseja destruir o sistema ao qual dedicou a sua vida.

Objetivo, imparcial e hiper-racional, o Vulcan 3 deveria ser o governante perfeito. O computador onipotente dita a política que atende aos melhores interesses de todos os cidadãos – ou, pelo menos, essa é a ideia. Mas quando a máquina, cujo governo evoluiu do caos e da guerra, começa a perder o controlo do movimento “curador” dos fanáticos religiosos e da força misteriosa por trás da sua rebelião, o inferno solta-se.

O romance de Dick abordou ideias de inteligência artificial e sociedade controlada por tecnologia de computador, noções que vieram à tona nos tempos modernos. Os trabalhos do autor, que faleceu em 1982, continua a fascinar Hollywood. Para além do livro “Será que os Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?” que deu origem aos filmes “Blade Runner”, de Ridley Scott, e “Blade Runner 2049“, de Denis Villeneuve, também escreveu obras que foram transformados em filmes como “Relatório Minoritário”, de Steven Spielberg, e as versões de 1990 e 2012 de “Desafio Total” (Total Recall), bem como para série de TV, “O Homem do Castelo Alto”, entre outras.

Lawrence, um cineasta austriaco naturalizado americano, ganhou reconhecimento internacional com o filme “The Hunger Games: Em Chamas”, uma franquia que originou mais três filmes, o último em 2015, “The Hunger Games: A Revolta – Parte 2“. O seu último trabalho lançado nos cinemas foi em 2018, “A Agente Vermelha“, protagonizado por Jennifer Lawrence.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *