Gary Ridgway assassinou mais de 70 mulheres. Canal ID estreia “The Green River Killer”

O canal ID – Investigation Discovery Portugal estreia na noite deste domingo, 23 de outubro, pelas 22:00h, o documentário “The Green River Killer” que faz parte do especial “Mind of a Monster”, dedicado aos mais infames assassinos em série da história e que dá a conhecer em detalhe as vidas e mortes de figuras icónicas do “crime real”.

Desta vez, a emissão é dedicada a Gary Ridgway, conhecido como o “Green River Killer, um dos mais famosos, prolíficos e arrepiantes assassinos em série dos EUA. Gary torturou, violou e matou mais de 70 mulheres (possivelmente até mais de 90), na sua maioria prostitutas, no estado de Washington, durante as décadas de 1980 e 1990.

O serial killer Gary Ridgway ganhou o seu apelido na área onde escolheu para se livrar das suas vítimas, sobretudo ao longo das margens do Rio Green, em Washington. Suspeito desde 1983, Ridgway evitou os investigadores durante quase duas décadas, enquanto tentavem ligá-lo conclusivamente aos crimes.

Mas em 2001, graças à evolução da tecnologia de ADN, a polícia conseguiu finalmente comparar amostras e apanhar Gary Ridgway. Atualmente cumpre uma pena de prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional, na Penitenciária do Estado de Washington, em Walla Walla.

O documentário conta com entrevistas, vídeos e áudio reais do próprio serial killer, relatos de testemunhas, de familiares de vítimas e de investigadores, revelando como funcionava a mente deste monstro, incluindo como o seu comportamento “perturbador” na infância transformou-se numa “motivação mórbida para o assassinato”.

“As confissões deste serial killer depravado reveladas nesta parte de ‘Mind of a Monster’ expõem as verdades por trás de um predador violento com total desrespeito pela vida humana”, disse em comunicado Henry S. Schleiff, presidente do grupo Investigation Discovery.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados