George Miller está de regresso à realização com a comédia romântica “Three Thousand Years of Longing”

George Miller escreveu e vai dirigir Three Thousand Years of Longing

O realizador George Miller está de regresso à cadeira de realizador depois de ter dirigido em 2015, o explosivo filme pós-apocalíptico “Mad Max- Estrada da Fúria“. Segundo o Deadline, o cineasta australiano escreveu e vai dirigir a comédia romântica “Three Thousand Years of Longing”.

Os detalhes sobre a trama estão a ser mantidos em sigilo, mas algumas fontes dizem que se trata de um filme diferente de tudo o que Miller fez antes e descrito como uma épica história de amor, também conhecida por Djinn e que envolve uma “génia”.

O projeto será apresentado pela FilmNation aos compradores no American Film Market na próxima semana. As filmagens devem começar no próximo ano, embora o elenco ainda não tenha sido definido.

O último trabalho de Miller no icónico universo Mad Max, foi um sucesso da crítica e financeiro, ao arrecadar nas bilheteiras mundiais mais de US$ 380 milhões. O distópico filme estreou-se no Festival de Cannes com notas muito positivas, lançando-o na corrida aos Óscares com 10 nomeações, saindo com seis estatuetas douradas, todas em categorias técnicas.

O australiano de 73 anos tem trabalhado em sequelas para Estrada da Fúria, mas os seus planos não correram como desejava, depois de uma disputa legal com a Warner Bros. sobre ganhos que não lhe foram pagos. Contudo, tudo indica que essa disputa não fechou a porta para a produção desses filmes.

Artigos relacionados