“Green Book”: Filme com Viggo Mortensen e Mahershala Ali premiado no Festival de Toronto

Green Book venceu o Festival de Toronto 2018

“Green Book”, o mais recente filme de Peter Farrelly acaba de ser premiado no Festival de Toronto 2018. Protagonizado por Viggo Mortensen e Mahershala Ali, a comédia dramática biográfica foi a vencedora do Grolsch People’s Choice Award, o principal prémio do festival atribuído ao melhor filme, eleito pelo público num votação em urna no fim das sessões.

Baseado numa história real de amizade entre dois homens de raças diferentes, o filme segue Tony Vallelonga (Mortensen) que é contratado como motorista do pianista negro Don Shirley (Ali), para o proteger num viagem até um concerto no sul do país. Nessa viagem, os dois entendem melhor o mundo no qual vivem. A estreia nos cinemas portugueses está prevista para 6 de dezembro.

Considerado como um termómetro para a principal cerimónia do cinema, “Green Book” é para já um dos grandes favoritos para os Óscares e ganhou um grande incentivo para a próxima temporada de prémios. Dos dez últimos vencedores deste troféu, nove foram nomeados ao Óscar de Melhor Filme, três dos quais, conseguiram mesmo arrecadar a estatueta dourada.

“If Beale Street Could Talk”, de Barry Jenkins (Moonlight) e “Roma”, de Alfonso Cuarón (Gravidade), que venceu o recente Festival de Veneza, foram, respetivamente, a segunda e terceira escolha do público presente no festival canadiano.

Confira o palmarés completo do Festival Internacional de Cinema de Toronto:

PRÉMIOS DO PÚBLICO

MELHOR FILME
– “Green Book”, de Peter Farrelly

MELHOR DOCUMENTÁRIO
– “Free Solo”, de E. Chai Vasarhelyi e Jimmy Chin

SECÇÃO MIDNIGHT MADNESS
– “The Man Who Feels no Pain”, de Vasan Bala

SECÇÃO PLATAFORM
– “City of Last Things”, de Wi Ding Ho

PRÉMIOS FIPRESCI

SECÇÃO APRESENTAÇÕES ESPECIAIS
– “Float Like a Butterfly”, de Carmel Winters​

SECÇÃO DISCOVERY
– “Skin”, de Guy Nattiv

PRÉMIO NETPAC
– “The Third Wife”, de Ash Mayfair

PRÉMIO EURIMAGES’ AUDENTIA
– “Fig Tree”, de Aäläm-Wärque Davidian

MELHOR CURTA-METRAGEM INTERNACIONAL
– “The Field”, de Shandya Suri

PRÉMIOS PRODUÇÕES CANADIANAS

MELHOR CURTA-METRAGEM
– “Brotherhood”, de Meryam Joobeur

MELHOR LONGA-METRAGEM
– “The Fireflies Are Gone”, de Sébastian Pilote

MELHOR PRIMEIRO FILME
– “Roads in February”, de Katherine Jerkovic

Artigos relacionados