“I Comete – Um Verão na Córsega”: Uma fatia da vida da maior ilha de França

Estreado mundialmente no Festival de Roterdão e posteriormente exibido na secção ACID do festival de Cannes e na secção Silvestre do IndieLisboa, chega esta quinta-feira, 7 de julho, às salas de cinema portuguesas o filme “I Comete – Um Verão na Córsega“, um drama escrito e realizado pelo cineasta Pascal Tagnati, recentemente visto como ator em “Laranjas Sangrentas“.

Nesta sua estreia na realização de longas-metragens, Tagnati, que também é um dos protagonistas do seu próprio filme, dá ao espectador uma fatia da vida de verão numa aldeia da Córsega, a maior ilha de França, um filme que nos faz duvidar se estamos a assistir a um documentário ou ficção. Do elenco principal fazem ainda parte Jean-Christophe Folly, Cédric Appietto, Appollonia Orsini, Jérémy Alberti e Davia Benedetti.

Com mais de duas horas de duração, o filme apresenta várias cenas cotidianas que não parecem estar logicamente ligadas, mas que juntas formam uma história comunitária muito autêntica, muitas delas tendo como pano de fundo deslumbrantes paisagens naturais.

Neste olhar sobre a sociedade corsa, Tagnati explora a sua terra natal através das gerações, mostrando os nativos e turistas nas ruas, crianças a brincar, adolescentes a flertar, uma fotógrafa, uma pianista apaixonada, discussões sobre futebol, masturbação e voyeurismo digital, conflitos amorosos e feridas do passado, festas de bêbados, amigos a pescar, uma procissão religiosa e até um canto tradicional da Córsega. E no meio de tudo isso dá especial atenção a Franje (Folly), o único morador negro da cidade, em que conversas sobre maternidade e identidade tentam moldar o seu caráter e, no processo, enriquecer a sua relação com a comunidade.

“Uma aldeia na Córsega situada nas montanhas, onde todos vivenciam o verão a sua maneira: as crianças brincam, os adolescentes flertam e os mais velhos comentam sobre a passagem do tempo no bar local. No calor de agosto, não demorou muito para que as tensões aumentassem enquanto uma família luta para impedir que os rancores borbulhem à superfície. Às vezes, uma faísca é tudo o que é necessário para acender o maquis, expressão que significa refugiar-se para não ser apanhado”, diz a sinopse do filme, distribuído em Portugal pela Nitrato Filmes.

Assista ao trailer legendado de “I Comete – Um Verão na Córsega”, um filme que nos dá vontade de largar tudo, fazer as malas e viajar para a Córsega para relaxar, mas também para desfrutar das suas paisagens e vislumbres da vida cotidiana.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados